escritório-de-advocacia-virtual

Saiba como funciona um escritório de advocacia virtual

Comentar
Recomendar
Você consegue imaginar uma carreira de sucesso em um escritório de advocacia virtual? Pois é, foi-se a época que a advocacia só dava resultados relevantes para quem contava com uma estrutura física própria, com mobiliário de primeira linha e com o nome dos sócios pregados na parede.

Um escritório de advocacia virtual bem planejado e trabalhado pode ser extremamente rentável e produtivo em termos de empreendedorismo jurídico. Seja para alavancar a carreira de quem está começando ou até mesmo para regenerar a vida profissional dos advogados e sociedades que andam sem novas perspectivas de crescimento.

Além de ser um modelo de negócio que pode ser desenvolvido tanto por jovens profissionais, quanto por veteranos que buscam novos ares e bons resultados.

Um escritório de advocacia virtual também pode ser um diferencial do ponto de vista empreendedor, tanto para advogados autônomos quanto para uma sociedade de advogados, que é justamente o caso do nosso escritório.

Então se você quer conhecer um pouco mais desse formato de negócio, leia este post até o final. Pode ser que a solução que você procura para desenvolver a sua advocacia, eliminar despesas e aumentar seus lucros esteja nas próximas linhas deste artigo. 😉

Como planejar e organizar um escritório de advocacia virtual

Para deixar algumas dicas de como planejar e organizar um escritório de advocacia virtual, vou compartilhar com vocês algumas soluções que adotamos por aqui.

Antes de mais nada lembre-se de que embora a presença física não seja mais um elemento indispensável para a nova advocacia, a presença virtual de forma profissional fará toda a diferença em termos de reconhecimento social e jurídico, autoridade e captação de clientes.

Invista em uma identidade visual de qualidade, de modo que você possa utilizá-la em todas suas ferramentas de marketing jurídico. Ela vai ser usada desde os tradicionais cartões de visita, papelaria do escritório, redes sociais, assinatura de e-mail e o mais importante, no site do seu escritório.

Uma identidade visual bem feita e explorada com inteligência no mundo digital gera mais credibilidade e confiança para os futuros clientes do que uma placa pendurada na porta da sala de um escritório físico.

Comporte-se do tamanho que você deseja ser visto por seus clientes.”

Registre um domínio profissional para o endereço do seu site e dos e-mails de cada sócio, funcionário ou colaborador. Apresentar-se com provedores de e-mail convencionais (“@gmail.com”, “hotmail.com”, etc.) passa uma imagem de amadorismo e pode refletir negativamente no modelo de escritório virtual.

Importante ainda adotar uma plataforma de pagamento e recebimento de honorários, via boleto bancário ou cartão de crédito. Além de diminuir o potencial de inadimplemento você fica no pleno controle financeiro do seu escritório virtual de advocacia. (Aqui no blog da Aurum você encontra outra dicas preciosas para reduzir a  inadimplência em escritórios de advocacia.)

Uma dica bem interessante também é registrar seu escritório de advocacia virtual no “Google Meu Negócio”. Mas em outra oportunidade falaremos sobre essa sacada de marketing.

Pontos essenciais para um escritório de advocacia virtual

Para que um escritório de advocacia virtual funcione bem é preciso fazer pequenos investimentos que vão lhe trazer grandes resultados. Aqui se destacam os serviços de escritório virtual oferecidos pelas mais diversas empresas de coworking do Brasil.

Hoje é possível você trabalhar em home office ou em escritórios compartilhados e contar com suporte de serviços de telefonia com atendimento personalizado, gestão de correspondências, endereço comercial e fiscal. Tudo isso contratando planos básicos de coworkings oferecidos para os mais diversos tipos de profissionais, inclusive advogados.

1. Em encontros presenciais

Em relação às consultas jurídicas, aos atendimentos e reuniões presenciais, você pode contar com a estrutura profissional de um coworking . E até mesmo com a estrutura de qualidade que já é oferecida pelos escritórios compartilhados da OAB em várias cidades.

Se você é do tipo de advogado que não possui estrutura física própria para trabalhar e tem vergonha, ou acha que seria algum demérito utilizar essas estruturas compartilhadas, saiba que você está caminhando na contramão do sucesso.

Vale destacar que vários coworkings oferecem o serviço de endereço fiscal, que uma vez contratado, pode ser utilizado como endereço sede para fins de registro e formalização de sociedades de advogados, recebimento de intimações, bem como para todos os efeitos tributários e fiscais.

É extremamente importante definir previamente qual será a estrutura adotada para atendimento presencial e os dias em que isso será feito, para trabalhar de forma antecipada com a organização e controle de agenda. A rigor um escritório virtual funciona melhor atendendo apenas sob agendamento.

2. Para a gestão

Outro ponto essencial é adotar o melhor software jurídico para gestão de seu escritório de advocacia virtual.

E aqui mais uma vez eu indico o Astrea, sistema que usamos por aqui e que permite o pleno controle de casos e processos, gestão de prazos, audiências, eventos, publicações, andamentos processuais e lançamentos financeiros. Tudo isso na palma da mão pelo Astrea Mobile ou controlado por qualquer máquina com acesso à internet.

Software Juridico Astrea
Mais de 22.000 advogados já controlam sua rotina jurídica com o Astrea
experimente grátis

3. Para encontros online

Por fim é importante investir em um bom equipamento de vídeo para atendimentos e consultorias online de onde você estiver. Esse é um diferencial que pode aumentar significativamente a renda do seu escritório por meio dos honorários de consulta, que devem ser sempre cobrados pela valorização da categoria.

Esse também é um critério importante para advogados que querem atuar como nômades digitais.

Quais as vantagens e desvantagens de um escritório de advocacia virtual?

Para fazer uma análise entre os prós e os contras, tentarei ser o mais imparcial possível, pois sou um entusiasta da advocacia na era virtual. 😉

O ponto positivo mais relevante de um escritório de advocacia virtual é sem dúvidas a economia financeira. Os investimentos e despesas fixas necessárias para criação e manutenção com funcionamento de qualidade de um escritório virtual, sem dúvidas são bem menores dos que as despesas fixas mais básicas de um escritório físico.

Se o escritório de advocacia virtual funciona predominantemente via home office, vale destacar o aspecto da flexibilidade de tempo, sobretudo poupando deslocamentos diários. Mas esse ponto só pode ser considerado como positivo quando observada a disciplina, a organização de tarefas e a boa gestão de tempo para trabalhar em casa.

Por outro lado, a dependência da disponibilidade de agenda de espaços físicos pode se tornar um ponto bastante negativo. Tanto as salas de reunião ou de atendimento presencial de um coworking, como de um escritório compartilhado da OAB.

Principalmente se você não tiver uma boa organização e planejamento em relação aos seus atendimentos presenciais. Diferente do escritório físico, onde você atende a hora que quiser em sua própria estrutura.

É possível garantir o sucesso com escritório virtual?

O meu objetivo aqui não é dizer que o modelo de escritório de advocacia virtual é melhor do que o escritório físico, muito menos dizer que o seu sucesso depende dessa escolha.

A missão aqui foi apresentar para vocês um modelo alternativo de negócio para quem quer empreender no mundo jurídico e tem dúvidas se esse formato de escritório funciona.

Por circunstâncias de acessibilidade para o trabalho, na condição de advogado tetraplégico, há dois anos atrás quando eu quis abrir meu próprio negócio e me vi obrigado a adotar o modelo de escritório de advocacia virtual.

Hoje nosso escritório, o “Helton & Deus Sociedade de Advogados”, já tem autonomia suficiente para se manter. E estamos colhendo bons resultados como autoridade em nosso segmentoDireitos das Pessoas com Deficiência.

Talvez você esteja se privando do sonho de ter o seu próprio escritório por causa de barreiras financeiras ou esteja sufocado no aluguel e despesas diversas do seu escritório físico. Então quem sabe investir no escritório virtual de advocacia não seja a solução que você está buscando?

E aí, ficou com alguma dúvida sobre como funciona um escritório de advocacia virtual? Tem alguma sugestão? Compartilha com a gente nos comentários abaixo! Até a próxima! 😉

22.000 Advogados

Já controlam seus processos e prazos com o software jurídico Astrea

Experimente grátis
Comentar
Recomendar
Vamos continuar a conversa?

 

  • Gisele Cristina Lauriano Lima disse:

    O pai do meu filho foi demitido e era feito o desconto em folha todo mês,ele foi demitido e meu filho não teve direito a recisão dele porque a empresa falou que a recisão do funcionário foi de $$000, gostaria de saber se isso é legal ?nunca ouvi falar a empresa mandou eu procurar o pai do meu filho pra cobrar o valor devido

  • ZELIR MARTINS VIDAL disse:

    Seis anos morando numa kitinete ,já tenho uso campeão certo mesmo assim eu tenho que pagar multa se eu puder sair ou não

2 Comentários
Você está aqui