Marketing Jurídico: aprenda como fazer!

O que é Marketing Jurídico? Aprenda como fazer!

Comentar
Recomendar
O marketing jurídico é uma etapa importantíssima para o sucesso dos escritórios de advocacia. Com estratégias bem pensadas e executadas é possível alcançar excelentes resultados na atração e na fidelização de clientes.

Esse assunto, relativamente novo, tem ganhado cada vez mais destaque no cenário nacional. Junto da curiosidade vem uma série de dúvidas. Qual a importância do marketing jurídico para os escritórios de advocacia? Como fazer? Por onde começar? Como arranjar tempo para isso?

Para responder essas (e muitas outras) dúvidas, preparamos este conteúdo completo. Se você se interessa pelo tema e quer saber como aplicar estratégias de marketing jurídico para melhorar os resultados do seu escritório é só continuar a leitura. 😉

O que é marketing jurídico?

Marketing jurídico é o nome dado à técnica para fortalecer a imagem de advogados e bancas no meio digital sem ferir o Código de Ética e Disciplina da OAB. O método é bastante utilizado para conquistar novos clientes e destacar os diferenciais competitivos frente à concorrência.

A prática do marketing jurídico prescinde de planejamento e estratégia. Para que os resultados sejam mais efetivos, as ações devem estar alinhadas aos objetivos do escritório.

Por que marketing jurídico é importante?

A internet mudou a forma como fazemos negócio e essas mudanças chegaram à advocacia. O marketing jurídico é um exemplo disso. A técnica expande o alcance do escritório e permite entregar valor aos possíveis clientes antes mesmo de fechar negócio. Além desses, existem outros benefícios. Listamos alguns deles logo abaixo, olha só:

Conquistar mais e melhores negócios

O boca a boca ainda é uma prática muito comum na aquisição de clientes na advocacia, mas está longe de ser a única e talvez não seja a melhor para o seu escritório.

Implementar estratégias de marketing jurídico permite que você atinja mais pessoas e conquiste um público mais propenso a fechar negócio. Afinal, os seus possíveis clientes já vão conhecer minimamente a sua área e foco de atuação e entender como você e seu escritório se comunicam.

Acertando na estratégia, você atrai o perfil de pessoas mais adequado ao modelo de trabalho que você e seu escritório praticam. Então vale a pena investir na construção de um bom marketing jurídico. 😉

Melhoria no relacionamento com o cliente

Marketing é relacionamento! E um bom relacionamento é a maneira mais eficaz de fidelizar clientes. Colocar em prática ações de marketing jurídico aproxima a sua marca do seu público de interesse e transforma clientes em admiradores do seu trabalho.

É claro que, para atingir todo o potencial de um bom marketing jurídico, é preciso dedicar tempo e pensamento estratégico no planejamento e na execução. Mas vamos dar mais atenção a esses tópicos daqui a pouco. 🙂

Atingimento de metas e objetivos do escritório

Investir em marketing jurídico é uma forma de acelerar as metas de crescimento do escritório. A partir de um planejamento estratégico para escritórios de advocacia baseado nos objetivos gerais do negócio é possível colocar em prática ações rotineiras que aproximam você do sucesso desejado.

Quanto maior for o alinhamento dos objetivos de negócio e do marketing jurídico, mais possível eles se tornam de serem alcançados.

Competitividade no mercado

Um bom atestado de sucesso da aplicação de marketing jurídico é quando o seu público prefere confiar no seu trabalho do que se arriscar na hora de contratar um advogado.

Quanto mais você trabalha estrategicamente a sua imagem e a do seu escritório, melhor é a sua reputação entre seus clientes e concorrentes.

Como fazer marketing jurídico e por onde começar?

A teoria é muito importante, mas é com a prática que os resultados acontecem, certo? 😉 Então, vamos conhecer algumas dicas para começar o seu marketing jurídico.

Fixação de metas

Antes de partir para a ação, é fundamental reservar um momento para traçar os objetivos do seu marketing jurídico. Que resultados você quer atingir e em quanto tempo? Para mapear esses números, se baseie nas metas financeiras e de crescimento do escritório.

Diluir as metas anuais em ciclos menores pode ajudar no acompanhamento e no engajamento da equipe. Conquistar 16 novos clientes por mês parece bem mais possível do que fechar 200 novos negócios em um ano, certo? 🙂

Definição de público alvo

Quanto mais informações você souber sobre o seu público-alvo, mais fácil vai ser definir a estratégia ideal para alcançá-lo. Comece analisando as informações dos seus clientes atuais e busque por padrões.

Qual o tipo de emprego eles possuem? Quais atividade eles fazem depois do trabalho e aos fins de semana? Seus clientes se comunicam mais por ligações ou mensagens no Whatsapp? Qual o estado civil deles? Eles possuem filhos? Quantos e de qual idade? Eles usam computador com frequência? Como eles consomem notícias e informações?

Responder essas perguntas vai ajudar você a traçar o perfil das pessoas mais propensas a fechar negócio com o seu escritório. Esses dados vão ser muito úteis para escolher como, onde e quando aplicar o marketing jurídico. 😉

Escolha de canais

Site, blog, perfil em todas as redes sociais e tempo para advogar e atender com qualidade. Esse é o sonho, né? Mas a realidade é que nem todos os canais disponíveis vão atrair os seus clientes e o seu tempo deve ser ocupado com sabedoria. Por isso, analise o seu público e escolha os canais que eles mais utilizam.

Mapeamento de ações

Você entende seus objetivos, conhece o seu público e sabe em quais canais vai atuar. Agora, é preciso destacar as atividades sazonais e rotineiras, definir responsabilidades e fixar os prazos para a execução das tarefas. Para o marketing jurídico, constância importa. Leve isso em consideração na hora de fazer o seu planejamento. 😉

Dicas de marketing jurídico: as principais estratégias

Com as informações acima, você certamente vai conseguir traçar um plano básico para o seu marketing jurídico. Mas nós temos certeza que você quer ir além do óbvio e extrair o máximo de benefícios da sua prática diária, certo? Além de concordar com você e desejar que você alcance os seus objetivos, vamos compartilhar algumas dicas de marketing jurídico para aperfeiçoar a sua estratégia. Olha só:

Delimite sua área de atuação

O seu negócio precisa ter um foco. Caso contrário, a sua estratégia vai ser a sorte. E, bom, contar com a sorte não parece muito estratégico, não é mesmo? O primeiro passo para estabelecer o foco do seu marketing jurídico é escolher uma região de atuação. O segundo é comunicá-la em seus canais.

Se a atuação do seu escritório possui uma limitação geográfica, é importante delimitar também a região dos clientes que você deseja atender. Dessa forma é mais fácil saber como atraí-los, entender o comportamento deles e atender ao que eles precisam.

Direcione o marketing jurídico à principal atividade

O direito possui várias ramificações e áreas de especialização. Se você começou atendendo várias áreas para criar a sua carteira de clientes, considere repensar a sua divulgação. Se você tem interesse em segmentar sua atuação, busque abordar temas relativos à área que você quer desenvolver o seu negócio. Não fique bom no que você não quer continuar fazendo.

Foque os seus esforços de estudo e marketing jurídico no seu carro-chefe. Essa estratégia certamente vai ser muito eficaz para atrair os clientes que você deseja atender. E se você quer se posicionar como full service, trabalhe a imagem do seu escritório para que o seu cliente perceba a capacidade da sua equipe em resolver diferentes tipos de problemas. Trabalhe conteúdos de qualidade para cada uma das frentes!

Quer ficar expert nesse assunto? Se inscreva no portal O Futuro da Advocacia! São várias trilhas temáticas com emails, vídeos e artigos gratuitos! 😉

Conhecer O Futuro da Advocacia

Perceba seu site como vitrine do seu escritório

O endereço online oficial do seu escritório é o ambiente ideal para compartilhar informações sobre a sua área de atuação, os seus métodos de trabalho, seus valores morais e mostrar para o cliente como você e sua equipe estão qualificados e preparados para atendê-lo da melhor forma possível. Afinal, um bom site para advogados abre portas para que o cliente inicie um relacionamento duradouro com o seu escritório.

Invista em um site responsivo (adaptável aos diferentes tipos de tela), um bom design e em técnicas de SEO – do inglês Search Engine Optimization, nacionalmente conhecido como Otimização de de Sites. Tudo isso vai facilitar o encontro do seu trabalho pelos seus clientes potenciais. Se você puder, busque uma empresa especializada para criar um site compatível com a sua estratégia de marketing jurídico.

Aparência importa

O marketing jurídico é uma excelente ferramenta para trabalhar a sua reputação e a do seu escritório. Mas tudo pode ir por água abaixo caso a experiência presencial do seu cliente em potencial for completamente diferente da que ele experimentou online. Portanto, é fundamental que o seu marketing na internet seja reflexo das ações diárias do seu escritório. Não esqueça que mais lucrativo do que atrair novos clientes é fidelizar os que você já conquistou. 😉

Busque utilizar a mesma linguagem online e offline e nunca subestime o poder do treinamento da sua equipe. Investir em qualidade em cada etapa do seu trabalho é dar mais um passo à frente da concorrência.

Marketing jurídico de conteúdo

A principal moeda de troca no marketing jurídico de conteúdo é o conhecimento. Cada vez mais, escritórios e advogados autônomos veem no compartilhamento de conteúdos em blogs e redes sociais uma estratégia eficiente para atrair clientes mais qualificados (pessoas mais propensas a fechar negócio).

Para se diferenciar da concorrência, é fundamental investir em conteúdo de qualidade e abordar assuntos com profundidade. É claro que sempre lembrando que o cliente não é jurista e, por isso, precisa que a linguagem técnica seja traduzida. 😉

Para produzir um conteúdo de qualidade, é preciso definir os objetivos que quer alcançar com a estratégia. O que você pretende conquistar com a sua estratégia de marketing jurídico de conteúdo?

O fator relevância também é muito importante para que o seu marketing jurídico de conteúdo traga resultados. Use o seu conhecimento para educar seu cliente sobre o seu nicho de mercado. Leve ao seu público informações úteis e importantes. Aproveite esses espaços para demonstrar o seu interesse em ajudar as pessoas.

Além do cuidado com a linguagem, um detalhe importantíssimo para engajar seus leitores, estabelecer e respeitar a periodicidade de publicação também deve estar no seu radar na hora de construir o seu planejamento de conteúdo.

Algumas dicas para você acertar no seu marketing jurídico de conteúdo:

  • Construa conteúdos respondendo dúvidas reais do seu público-alvo
  • Mapeie grupos e comunidades online para divulgar seus conteúdos
  • Faça estudos de casos para exemplificar ao seu público como o seu escritório resolveu o problema apresentado
  • Estude e aplique técnicas de SEO nos seus conteúdos. Isso vai fazer com que seu material apareça nas primeiras páginas do Google
  • Responda comentários e mensagens privadas. Lembre-se: marketing jurídico é relacionamento
  • Produza conteúdos específicos para cada rede social
  • Marketing jurídico digital

    Marketing jurídico digital, marketing jurídico na internet ou só marketing digital. Na prática, todos esses termos significam a mesma coisa e dão nome às estratégias e ações de marketing jurídico aplicadas na internet.

    Mas, indo um pouco mais fundo na teoria, podemos usar as aspas do professor Philip Kotler, considerado por muitos o pai do Marketing. Segundo ele, o marketing é “o processo social por meio do qual pessoas e grupos satisfazem desejos e necessidades com a criação, oferta e livre negociação de produtos e serviços de valor com os outros”.

    Como já falamos anteriormente, é possível fazer marketing jurídico digital utilizando canais como blog, redes sociais e site. Para ajudar você com a prática, vamos dar algumas dicas para a aplicação do seu marketing nas principais redes sociais.

    Facebook

    As páginas profissionais do Facebook são ótimas para divulgar os conteúdos do seu blog, fazer lives (transmissão ao vivo de imagem e som) sobre temas relacionado ao seu trabalho e interagir com seus seguidores. Além disso, também é um local para marcar presença online e estabelecer um contato direto com potenciais clientes e parceiros.

    Uma ferramenta interessante para você explorar por lá são as avaliações. Por meio delas, seus seguidores podem dar notas de 1 a 5 estrelas e escrever comentários ou depoimentos sobre os produtos e serviços do seu escritório. É um ótimo sistema de indicação e uma vitrine para quem vai conhecer a marca do seu escritório nessa rede social. 😉

    Linkedin

    O Linkedin é oficialmente uma rede social para interações profissionais. Por isso, o papo por lá é um pouco mais sério. Além de funcionar para distribuição de conteúdo do seu blog, o Linkedin incentiva que você crie conteúdos exclusivos para a rede.

    Além disso, é ideal para compartilhar reconhecimentos importantes, conquistas marcantes, prêmios, participação em eventos e vários outros conteúdos relevantes sobre a atuação do seu escritório. Também é um local muito interessante para acompanhar profissionais que você admira e fazer networking. 🙂

    Instagram

    O queridinho do momento vai muito além de documentação do dia a dia em fotos e stories. O Instagram é, sim, uma rede social mais descontraída e visual, mas isso não quer dizer que não dê para desenvolver um bom marketing jurídico para ela.

    Você pode, por exemplo, divulgar drops de dicas práticas, compartilhar frases de incentivo, utilizar o stories para fazer lives ou responder perguntas frequentes. Essa é a rede social para aproveitar o melhor que a sua criatividade é capaz de produzir! 😉

    Livros sobre marketing jurídico

    O assunto já rendeu boas abordagens conceituais e práticas de teóricos e autores que se dedicam a estudar o tema. Separamos três indicações de livros sobre marketing jurídico para você ir mais além na sua estratégia!

    Marketing Jurídico – O Poder das Novas Mídias

    Construir uma boa reputação e relevância nas mídias sociais é uma etapa importantíssima do marketing jurídico. É por meio da atuação online dos escritórios que os clientes encontram informações úteis para resolver questões reais e encontrar profissionais qualificados.

    Escrito por Rodrigo Bertozzi e Renata Bucco, este livro apresenta estratégias para plataformas como site, Google, Linkedin, Twitter, Facebook e blog. Além disso, aborda a importância de investir em ações de videocast, podcast e transmídia para valorizar ainda mais a comunicação do seu escritório. Além, é claro, de várias outras dicas de sucesso para potencializar os resultados do seu marketing jurídico. 😉

    O Guia Definitivo do Marketing Jurídico

    Escrita por Alexandre Motta, consultor em marketing jurídico, a obra mostra aos advogados como fazer marketing respeitando as limitações éticas da profissão. Com abordagens passo a passo, o livro traz informações para a prática diária efetiva.

    “O Guia Definitivo do Marketing Jurídico” vai além dos ensinamentos teóricos e mostra ao leitor maneiras de implementar ações para lucrar com o escritório e utilizar todas as possibilidades do marketing jurídico moderno.

    Marketing Jurídico – Os Dois Lados da Moeda

    Também escrito por Alexandre Motta, o livro mostra a importância de uma boa gestão de marketing para o sucesso do escritório. A obra também convida o leitor a fazer uma reflexão das ferramentas que podem ser usadas para impulsionar os resultados.

    “Os Dois Lados da Moeda” apresenta, ainda, caminhos possíveis para os advogados que almejam o sucesso de suas estratégias de marketing. Segundo o autor, o livro é um “guia prático e ético de como tornar sua advocacia rentável”.

    Suporte para o seu marketing jurídico

    Desenvolver e aplicar estratégias de marketing jurídico requer planejamento e disponibilidade. Nem sempre a rotina atribulada permite priorizar ações desse tipo. Ao mesmo tempo, deixar de dar atenção para a reputação do seu escritório pode abrir espaço para a concorrência.

    O aumento da produtividade, o uso inteligente do tempo e a profissionalização do atendimento ao cliente são alguns dos motivos que nos levam a recomendar o uso de um software jurídico. Sistemas completos como o Astrea automatizam atividades repetitivas e dão ao escritório as ferramentas necessárias para tornar todos os aspectos da gestão mais inteligentes, fortalecendo a imagem do negócio e conquistando novos clientes. 😉

    Conheça o software para advogados Astrea

    Se você gostou deste conteúdo, não deixe de recomendá-lo!

    Agora é a sua vez de participar! Como você faz o marketing jurídico no seu escritório? Tem alguma dúvida ou dica para compartilhar com os leitores do blog? Comente aqui embaixo! 😉

    Comentar
    Recomendar
    Vamos continuar a conversa?

     

    1 comentário
    Você está aqui