conteudo-juridico

Como crescer na advocacia produzindo conteúdo jurídico

Comentar
Recomendar
Algum tempo atrás, falei aqui no Blog da Aurum sobre como se tornar uma referência na advocacia. Um dos principais pontos que toquei foi a produção de conteúdo jurídico, essencial para quem busca crescer profissionalmente.

Mas por que a produção de conteúdo jurídico é essencial? De que forma ela pode agregar na sua carreira? É o que tento responder abaixo! Confira:

4 benefícios da produção de conteúdo jurídico

1. Oportunidades horizontais

Há 15 anos, quando falávamos na carreira do advogado, pensávamos em algo extremamente diferente. As oportunidades eram verticais, e as melhores só atingiam os advogados que estavam no topo da profissão. Seja com muitos anos de escritório ou grande representatividade acadêmica, tinham poder pelo argumento da autoridade.

Em pouco tempo, esse panorama mudou. A Internet se tornou cada vez mais presente em nossas vidas e, com os smartphones, qualquer pesquisa pode ser feita em questão de segundos.

Com isso, o cliente passou a ter mais poder na relação. Ele não depende apenas de um argumento de autoridade do advogado que dizia “tenho 30 anos de carreira”, ou “sou professor da Universidade XYZ”. Qualquer cliente pode, com uma rápida pesquisa no Google, ter acesso a algumas informações básicas e ver diversos profissionais escrevendo sobre os mais variados temas para blogs e redes sociais.

Isso é o que eu chamo de oportunidade horizontal. Qualquer advogado que foque na produção de conteúdo jurídico tem chances de ser encontrado por seu cliente em uma pesquisa. Suas chances aumentam com especificidade do conteúdo e ferramentas de otimização de busca, mas as oportunidades estão lá.

Reforçando a tese das oportunidades horizontais, vemos que cada vez mais jovens advogados se destacam nesse meio, tanto por sua capacidade técnica, quanto por sua facilidade de se comunicar diretamente com o cliente. Este movimento era inimaginável no início dos anos 2000.

2. Desenvolvimento da habilidade de escrita

Como trabalhamos muito com palavras em nosso dia a dia, a maioria dos advogados parte do pressuposto que escreve bem. Isso é até verdade quando falamos de textos técnicos, formais e recheados de termos jurídicos. No entanto, em regra, a produção de conteúdo jurídico voltada para o cliente precisa de outra linguagem, de uma habilidade diferente de escrita.

E, como toda habilidade, a melhor forma de desenvolvê-la é com a prática. Cada texto novo que escrevemos, cada feedback dos leitores e clientes em potencial e cada prazo cumprido desenvolvem mais o “músculo” de escrita.

Posso dizer por experiência própria: conteúdos que levava horas para desenvolver hoje ficam prontos em menos da metade do tempo.

Acumular essa experiência de produção de conteúdo jurídico resulta também em melhora nos nossos textos de petições, e-mails e contratos. Afinal, por meio dessa prática você adquire novos conhecimentos sobre escrita em geral e copywriting, a arte de escrever voltada para o convencimento. Isso torna os textos mais diretos e objetivos, sem deixar de lado o conteúdo essencial.

3. Autoconhecimento e melhora na oratória

Não podemos esquecer que a produção de conteúdo jurídico também pode ser feita em vídeo. Já dei dicas de canais do YouTube sobre advocacia e direito aqui no blog, caso você queira inspirações.

Mas, na verdade, o ideal é mesmo combinar vídeos e textos, atraindo diversos tipos de público. Especificamente quanto ao conteúdo em vídeo, há duas principais vantagens: maior autoconhecimento e melhora na capacidade de oratória.

Quando gravamos, produzimos e editamos vídeos – e sim, quem está começando geralmente tem que fazer todas essas etapas – descobrimos qual é o nosso melhor posicionamento na câmera, como usar iluminação, como chamar atenção para os pontos mais importantes do conteúdo.

Especificamente quanto à oratória, ao rever os vídeos descobrimos vícios de linguagem, conseguimos identificar os momentos de maior insegurança e também quando há excesso ou falta de comunicação por linguagem corporal. Assim, na produção de conteúdo jurídico em vídeo, temos oportunidades de evoluir muito rapidamente.

Falando nisso, podemos também evoluir nesse sentido consumindo conteúdos de qualidade. Pensando nisso, a Aurum desenvolveu o portal O Futuro da Advocacia, que reúne materiais em texto e em vídeo para os advogados que desejam se aprofundar nos assuntos atuais do mercado.

Basta clicar aqui e se cadastrar para receber as trilhas de e-mail sobre temas diversos, como aquisição de clientes e controle de prazos. A ideia é que os conteúdos contribuam para você desenvolver um trabalho ainda mais impecável na advocacia.

Quero conhecer o portal o futuro da advocacia

4. Possibilidade de networking

Além de todo o desenvolvimento, de mais autoridade na advocacia e possibilidade de prospecção de clientes, a produção de conteúdo jurídico também gera uma grande possibilidade de networking para advogados.

Sabemos que não são apenas potenciais clientes que consomem nosso conteúdo. Quem aqui nunca pesquisou um tema no Google para, posteriormente, se aprofundar na doutrina e jurisprudência?

Quando conseguimos produzir conteúdo jurídico de qualidade, atraímos também o profissional que nos verá como referência na advocacia. Isso abre oportunidades de networking e até mesmo de futuras parcerias pela interação nos comentários e redes sociais.

Diariamente recebo mensagens de pessoas querendo se conectar comigo por algum conteúdo que eu produzi em vídeo, texto, ou mesmo em redes sociais. Assim como também entro em contato com advogados que produzem conteúdo que eu gosto.

Alguns desses contatos se transformaram em parcerias e até mesmo em amizades que certamente não existiriam caso eu tivesse me mantido na zona de conforto, sempre pensando na próxima desculpa para adiar a produção de conteúdo jurídico.

Conclusão

As vantagens de se manter uma produção de conteúdo jurídico constante são muito claras: criação de autoridade, criação de oportunidades, melhora na habilidade de escrever, na oratória e até mesmo no networking.

Mesmo com cada vez mais advogados produzindo conteúdo, ainda há muito espaço a ser ocupado, muitos clientes em potencial que não se identificam com nenhum estilo de exposição ou de atendimento.

Então, comece já a sua produção de conteúdo jurídico. Quanto antes, melhor! E se você tiver alguma dúvida ou sugestão, compartilhe com a gente nos comentários! 😉

12.000 Advogados

Já controlam seus processos e prazos com o software jurídico Astrea

Experimente grátis
Comentar
Recomendar
Vamos continuar a conversa?

 

    Nenhum comentário
    Você está aqui