3 erros comuns de advogados iniciantes: sobre o registro na OAB

3 erros comuns de advogados iniciantes: sobre o registro na OAB

advogados-iniciantes-registro-oab

Já falamos diversas vezes aqui no blog das dificuldades e dúvidas que surgem para os advogados iniciantes. Sair da teoria e do ambiente seguro das salas de aula para a prática em um mercado de trabalho altamente competitivo não é simples mesmo.

Junto com o frio na barriga das primeiras vezes, chegam as incertezas. Uma bem comum que aparece no momento de montar seu negócio é o registro do escritório na OAB.

Para auxiliar nisso, o nosso parceiro Thiago Luna preparou essa série muito especial de três vídeos falando sobre os erros mais comuns dos advogados iniciantes. Dessa forma, quem está começando já pode aprender com os erros de quem veio antes.

Neste vídeo, ele conta porque considera um erro não ter registrado desde o início o seu escritório na OAB do estado em que atua e ainda destaca duas vantagens competitivas de ter seu negócio registrado.

Confira o segundo erro comum entre advogados iniciantes

Se você gostou desse vídeo, confira os outros da série. No último, nosso parceiro falou sobre a decisão de advogados iniciantes que já começam a praticar com um escritório próprio e porque isso pode ser um erro. Além de falar sobre os problemas de alugar ou comprar um espaço – investimento alto e necessidade de um grande planejamento estratégico – ele também destacou a vantagem de aproveitar um coworking. 😉

Ah, e se você quiser já espiar o assunto do próximo vídeo, pode assistir o vídeo de apresentação aqui.

O que acharam do vídeo dessa semana? Já tiveram essa dúvida também? Tem dicas sobre o assunto? Dúvidas? Comente aqui embaixo e conte pra gente e para outros leitores! Faça download também do nosso ebook sobre gestão de escritório para iniciantes! 🙂

BAIXE O EBOOK GESTÃO DE ESCRITÓRIO PARA INICIANTES

Thiago Luna é advogado e empreendedor. Além de produzir conteúdo para o blog da Aurum, compartilha conhecimento com estudantes e profissionais do Direito desde 2014 no site www.direitoensinado.com.br.

0