quanto ganha um advogado

Saiba quanto ganha um advogado no Brasil

Comentar
Recomendar

Você sabe quanto ganha um advogado no Brasil? É difícil responder a essa pergunta com números exatos. Isso porque fatores como experiência, área de atuação e localidade podem influenciar nos honorários advocatícios. No entanto, dependendo das questões sociais em destaque, determinados ramos do Direito podem ter maior demanda, influenciando diretamente.

Seguir tendências, contudo, é uma estratégia um tanto quanto arriscada. Afinal, o mercado é dinâmico e é comum que, de tempos em tempos, certas áreas do direito ganhem destaque e outras percam.

Mais do que apostar na “área da vez”, o advogado deve se preocupar em investir em conhecimento, tecnologia, marketing jurídico e produtividade. Sem dúvida, esses são diferenciais apresentados pela maior parte dos advogados de sucesso que conquistam uma boa remuneração apesar da concorrência.

De toda forma, ter parâmetros de quanto ganha um advogado é essencial para qualquer profissional guiar suas ações e potencializar sua lucratividade. Para quem chegou no mercado ou pensa em empreender na advocacia, vale a pena conhecer um pouco mais sobre esses números! 🙂

Fatores que influenciam no quanto ganha um advogado

Nos últimos anos, o Brasil se tornou um dos países com maior densidade de advogados por habitante. De acordo com o último levantamento feito pela OAB em 2016, já são mais de um milhão de advogados no mercado, o que naturalmente afeta a demanda e os valores dos honorários advocatícios.

Porém, embora o número de profissionais no mercado seja alto, nem todos atuam nos mesmos ramos do direito. E, como cada área do Direito conta com características próprias, a demanda deve ser avaliada sempre de forma segmentada. Um advogado trabalhista não concorre com um advogado tributário, por exemplo. 

Assim, mesmo com muitos advogados no mercado, as áreas continuam tendo demanda. O que é preciso analisar são as tendências e a saturação de cada ramo.

Além disso, é preciso considerar que a todo tempo surgem questões sociais que afetam as demandas. O Direito é uma ciência social. Logo, todos os fatores que impactam a sociedade acabam também afetando o mercado jurídico e a busca por advogados especializados.

No Brasil, basta lembrar que mudanças, como a recente reforma da previdência, geraram uma série de novas demandas sobre aposentadoria. Da mesma maneira, a popularização da tecnologia faz com que o direito digital ganhe destaque e os advogados especializados sejam mais requisitados.

Por fim, a experiência do advogado e a localidade em que atua podem impactar diretamente em seus ganhos. Quanto menos experiente, menores as perspectivas de remuneração. Assim como que, dependendo da cidade de atuação, o número de demandas pode ser maior ou menor, influenciando também nos ganhos.

Advogados que atuam no consultivo, no contencioso e em departamentos jurídicos também possuem remuneração diferente. Por isso, o cargo e o tipo de atuação também são fatores que devem ser levados em conta para se chegar a números mais precisos.

Quanto ganha um advogado em números

Como diversos fatores podem influenciar a remuneração do advogado, é difícil colocar em números precisos quanto ganha um advogado. Porém, uma pesquisa realizada pela Michael Page aponta uma série de valores que podem ser usados como parâmetro.

Anualmente, a consultoria realiza levantamentos sobre a remuneração de diversos setores. Em relação aos advogados, para 2019, a Michael Page aponta os seguintes números:

Piso salarial do advogado em 2019 de acordo com o cargo

Todos os anos, a OAB de cada estado se manifesta acerca do piso salarial da advocacia. Porém, segundo o levantamento feito pela consultoria Michael Page, os números variam de acordo com os parâmetros indicados abaixo.

CargoPorte da empresaMínimo (R$)Máximo (R$)
Advogado júniorPequeno/médio25004000
Grande30006500
Advogado plenoPequeno/médio60007500
Grande65008500
Advogado sêniorPequeno/médio800010000
Grande900013000
Coordenador jurídicoPequeno/médio1000013000
Grande1200015000
Gerente jurídicoPequeno/médio1300016000
Grande1500023000
Gerente jurídico sêniorPequeno/médio1600022000
Grande1800028000
Diretor jurídicoPequeno/médio2500032000
Grande3000070000
Gerente de compliance (head)Pequeno/médio1500023000
Grande2000035000
Especialista compliancePequeno/médio900014000
Grande1200016000
Gerente jurídico especialistaPequeno/médio1200016000
Grande1400020000

(Fonte: Estudo Michael Page)

Piso salarial do advogado em 2019 segundo a área de atuação

Os valores relativos à quanto ganha um advogado também podem variar de acordo com a área de atuação. Segundo o estudo da consultoria Michael Page os valores são de:

Quanto ganha um advogado trabalhista?

CargoPorte da empresaMínimo (R$)Máximo (R$)
Advogado júniorPequeno/médio25004500
Grande30004200
Advogado plenoPequeno/médio30005500
Grande40008000
Advogado sêniorPequeno/médio450010500
Grande600012000

(Fonte: Salário mínimo.org)

Quanto ganha um advogado contencioso cível?

CargoPorte da empresaMínimo (R$)Máximo (R$)
Advogado júniorPequeno/médio28005000
Grande30005500
Advogado plenoPequeno/médio42008500
Grande50009000
Advogado sêniorPequeno/médio750011000
Grande880014000

(Fonte: Salário mínimo.org)

Quanto ganha um advogado tributário?

CargoPorte da empresaMínimo (R$)Máximo (R$)
Advogado júniorPequeno/médio28005000
Grande38006000
Advogado PlenoPequeno/médio42009500
Grande600011000
Advogado sêniorPequeno/médio75009500
Grande1000018000

(Fonte: Salário mínimo.org)

Quanto ganha um advogado empresarial M&A?

CargoPorte da empresaMínimo (R$)Máximo (R$)
Advogado júniorPequeno/médio35005000
Grande38006000
Advogado plenoPequeno/médio50009000
Grande600011000
Advogado sêniorPequeno/médio720018000
Grande100020000

(Fonte: Salário mínimo.org)

Quanto ganha um advogado imobiliário?

CargoPorte da empresaMínimo (R$)Máximo (R$)
Advogado júniorPequeno/médio32005500
Grande38005500
Advogado plenoPequeno/médio40009000
Grande55009000
Advogado sêniorPequeno/médio600016000
Grande1000018000

(Fonte: Salário mínimo.org)

Guia de atendimento com software jurídico
Entregue aos seus clientes um atendimento de excelência! Baixe grátis o guia de atendimento ao cliente com software jurídico. Quero baixar o guia de atendimento

Tendências do mercado jurídico 

No mesmo estudo, a consultoria também apontou algumas tendências para 2019. Conforme o estudo, em 2018 houve um aumento de demanda pelas áreas do contencioso e um menor volume de operações financeiras. 

Em 2019, a tendência é que Direito Bancário e M&A percam destaque. Adicionalmente, segundo a consultoria, advogados de compliance e gerentes jurídicos de empresas são os profissionais mais procurados pelo mercado.

Entenda o que é compliance aqui no blog da Aurum.

Em razão de fatos e acontecimentos do último ano, algumas áreas do direito também ganharam destaque em 2019. Essas áreas consideradas como tendência podem apresentar um aumento na demanda, e claro, melhores perspectivas de ganhos. São elas:

Direito trabalhista

A reforma trabalhista aprovada em 2017 ainda causa dúvidas a empresas e trabalhadores. Por isso, o suporte jurídico envolvendo desde ações até a elaboração de contratos ainda conta com uma alta demanda.

Direito previdenciário

Da mesma maneira, a reforma da previdência vem causando dúvidas e insegurança especialmente a quem está para se aposentar. A necessidade de profissionais é cada dia maior, tanto para questões consultivas quanto contenciosas.

Direito digital

Violação de direitos autorais na internet, vazamento de dados decorrentes da invasão de dispositivos digitais e até fraude contra o consumidor praticada por e-commerces inexistentes. São inúmeros os desafios que a tecnologia no direito apresenta Por isso, profissionais com conhecimento necessários para oferecer o suporte adequado são requisitados.

Na medida em que a tecnologia vai ganhando espaço no dia a dia de pessoas e empresas, o advogado especializado em direito digital tem cada vez mais espaço no mercado.

Arbitragem e mediação

A litigância vem perdendo força desde a entrada em vigor do Novo CPC. Hoje, a própria legislação incentiva formas alternativas para a solução de conflitos. Assim, advogados especializados em arbitragem e mediação ganham cada vez mais espaço no mercado. A tendência é que as demandas continuem crescendo.

Compliance jurídico

O compliance jurídico é outra área de destaque e que apresenta demanda crescente. A edição da Lei Anticorrupção e a morosidade do Judiciário faz com que mais e mais empresas estejam dispostas a adequar suas práticas à legislação, evitando assim sanções e processos.

Startups

Por fim, o mercado do direito das startups no Brasil é emergente e conta com poucos advogados especializados. Desde a edição da Lei Complementar 155/16, que regulamentou o investimento anjo, mais questões específicas desse nicho vêm sendo tratadas pela legislação. Isso faz com que o suporte jurídico seja cada vez mais procurado.

Planejamento, possibilidades de atuação e remuneração

Quanto ganha um advogado está diretamente relacionado à demanda. Por isso, quem deseja se destacar e conquistar uma carreira com boas perspectivas financeiras, deve focar tantos nos fatores de mercado que influenciam quanto nos fatores locais.

Além de empreender com o próprio escritório, o advogado também pode avaliar outras possibilidades de atuação. Em algumas localidades, por exemplo, atuar como correspondente é uma excelente oportunidade e pode ser uma forma de otimizar os ganhos.

Quando se analisa quanto ganha um advogado, mais do que os números, é preciso avaliar todos os fatores. Os números de forma isolada podem estar bastante desconectados da realidade do advogado, o que acaba prejudicando sua avaliação.

Em algumas cidades do Brasil, principalmente em grandes centros, é comum que os advogados ganhem mais. Porém, o custo de vida nessas localidades também é bem mais elevado. Logo, os números não devem ser a sua única referência, especialmente se você pretende usá-los como um parâmetro para o seu próprio escritório.

As possibilidades de remuneração estão mais atreladas à realidade do escritório e do profissional do que o mercado em si. Assim, quem está em busca de melhorar os ganhos, é preciso analisar não apenas quanto ganha um advogado, mas também os fatores e tendências externas, além das questões locais.

Mais conhecimento para você

Se você deseja saber outras dicas e materiais para advogados, confira artigos aqui no blog sobre os seguintes temas:

Continue acompanhando os conteúdos do blog! Assine a newsletter da Aurum para receber e-mails exclusivos com as novidades sobre o universo do direito e da tecnologia.

assine a aurum news e receba os melhores conteúdos para advogados

Gostou do texto? Ficou alguma dúvida sobre quanto ganha um advogado? Compartilha com a gente nos comentários! 

22.000 Advogados

Já controlam seus processos e prazos com o software jurídico Astrea

Experimente grátis
Comentar
Recomendar
Vamos continuar a conversa?

 

    Nenhum comentário
    Você está aqui