Identidade visual para advogados

Melhores dicas para a criação de uma Identidade Visual para Advogados

Comentar
Recomendar

Identidade visual para advogados é todo o sistema que engloba a marca do seu escritório, como o nome, o logo, as aplicações gráficas (cartão de visita do advogado, papelaria, fachada de um negócio), site e até mesmo as redes sociais.

Se coloque no lugar de um cliente à procura de um advogado. A quem você prefere recorrer: uma pessoa com nome conhecido, que mantém um blog, sabe se destacar com a ajuda de um logotipo reconhecível e tem uma boa reputação? Ou um especialista que acabou de imprimir um monte de cartões de visita?

O advogado interage diretamente com pessoas de todos os setores da sociedade. Como atrair com precisão o seu público-alvo, comunicar a sua imagem e identificar os seus serviços em relação aos concorrentes? Vale a pena analisar as suas características distintivas e destacar as mais competitivas.

É aqui que começa o trabalho da marca pessoal de um advogado. Como as pessoas costumam avaliar qualquer produto com os olhos, vale a pena cuidar da sua identidade visual.

Neste conteúdo você confere

  1. O que é identidade visual?
  2. Por que a identidade visual para advogados é tão importante?
  3. Formas de criar a identidade visual de uma marca
    Trabalho independente
    Ajuda profissional
    Serviços especiais
  4. Passos em direção à sua própria identidade visual
  5. Conclusão
  6. Mais conhecimentos para você

O que é identidade visual para advogados?

Em termos simples, é tudo o que o cliente em potencial vê, o que o faz reconhecer o produto, distingui-lo dos outros e tomar uma decisão de compra. Nesse caso, o produto é serviço prestado do advogado. 

Vamos considerar os principais componentes da identidade visual para advogados: cor, logo e fonte. Confira a importância e aplicação de cada uma delas.

Cor

A cor exerce uma influência muito forte sobre uma pessoa. Ela é capaz de acalmar, motivar, criar o clima para ações decisivas, aumentar a confiança ou reduzir a agressividade. Tudo depende do esquema de cores escolhido.

O cérebro humano sempre reage à cor. Portanto, ela merecidamente ocupa seu lugar no rol dos elementos de identidade. Aqui estão apenas alguns exemplos da influência associativa da cor:

  • Verde – pureza, maciez;
  • Roxo – criatividade, luxo, exclusividade;
  • Vermelho – força, paixão, dinamismo;
  • Preto – elegância, tradição, sofisticação;
  • Branco – franqueza, honestidade;
  • Azul – segurança, confiabilidade, tranquilidade.

As combinações de cores também afetam o tipo de público. Isso deve ser levado em consideração na escolha de um esquema de cores para os elementos visuais da marca de um advogado.

Identidade Visual para Advogados
Aplicação de cores e logo de escritório de advocacia.

Logo

Um pequeno símbolo exclusivo é a melhor ferramenta para chamar a atenção para a sua marca e ajudar a identificá-la. 

Um logo projetado corretamente transmite a personalidade da marca e forma uma atitude em relação a ela. Portanto, vale a pena considerar a criação de um símbolo único e abandonar os clichês, como balanças ou a deusa Themis, na identidade visual para advogados.

Identidade Visual para Advogados
Exemplo de logo de escritório de advocacia.

Fonte

Este elemento complementa a experiência visual da marca. Se levarmos em consideração que muitos advogados dão ênfase ao sobrenome quando fazem a marca, o significado da fonte aumenta substancialmente. 

A fonte pode enfatizar a seriedade, a adesão à tradição, o equilíbrio, a abordagem diferenciada e outras qualidades

Identidade Visual para Advogados
Aplicação de fonte que transmite seriedade e equilíbrio.

Por que a identidade visual é tão importante?

Nas condições de mercado de hoje em dia, um especialista ou uma empresa precisa de uma marca forte. É um erro pensar que isso é importante apenas para os “grandes jogadores”. 

Imagine que várias centenas de advogados começaram a trabalhar em seu nicho de serviço. Se você não conquistar reconhecimento, acabará perdendo a maioria de seus clientes.

Entre as coisas que uma marca consolidada, com identidade visual definida e estrategia pode fazer para um advogado:

  • Aumentar a confiança do cliente. As pessoas confiam em empresas autênticas que operam de maneira transparente e direcionada. Hoje em dia, a confiança é uma grande chance para recomendações pessoais e solicitações repetidas;
  • Aumentar a fidelização. Se uma marca compartilha os valores de seu público, as pessoas ficarão com ela. “Por que experimentar outro se eu tenho um bom advogado que pensa e age da maneira que eu gosto? Prefiro perguntar as coisas para ele” – isso é o que seu cliente pensa;
  • Fornecer distinção. É um fator muito importante: elementos de identidade visual chamam a atenção e fornecem reconhecimento à primeira vista. Esta é uma chance de se destacar no cenário de milhares de concorrentes;
  • Determinar a estratégia. Mais precisamente, a marca faz parte da estratégia. Oferece a oportunidade de focar em seus valores e missão, direcionando todos os esforços para soluções eficazes;
  • Ativar emoções. Elementos de marca fortes que podem criar associações fortes atrairão clientes. De fato, na maioria dos casos, estas são pessoas que precisam de apoio profissional. Eles escolhem um especialista dependendo de alguns fatores, incluindo a influência das emoções.

3 formas de criar uma identidade visual para advogados

Trabalho independente

Quem te conhece melhor do que você mesmo? Isso significa que só você será capaz de identificar as suas vantagens exclusivas, destacar as mais valiosas e desenvolver elementos de identidade que enfatizem essas qualidades.

A vantagem deste método é que ele não tem custo e, com um conjunto de circunstâncias bem-sucedidas, a criação de uma marca visual com um significado profundo e o impacto direto na vantagem competitiva.

No entanto, o enorme consumo de tempo é a principal desvantagem. Você precisará dominar programas para criar uma identidade visual por conta própria. Você mesmo terá que analisar milhares de fontes e características de combinações de cores.

Ajuda profissional

Contratar um especialista (terceirizando ou contratando uma empresa especializada) é a maneira mais fácil. Você diz a eles seus objetivos e desejos, e eles fazem todo o necessário.

As vantagens do método são o consumo mínimo de tempo e a obtenção de resultados de alta qualidade.

A principal desvantagem é que o desenvolvimento profissional da identidade é um serviço caro. Você terá que incluir esses custos no custo dos seus serviços para recuperá-los ao longo do tempo.

Serviços especiais

Este é o “meio termo”. Existem muitos serviços pagos que ajudam você a construir a sua marca pessoal por conta própria, mesmo que você não tenha habilidades de design. Por exemplo, o Logaster pode gerar um logo para a sua marca em apenas alguns cliques e até mesmo criar modelos prontos para a impressão de cartões de visita, documentos e outros produtos com o seu logo.

As vantagens deste método são conveniência, economia de tempo e preço acessível.

A desvantagem é que dificilmente você encontrará um serviço que atenda 100% das necessidades da sua identidade visual.

Identidade visual para advogados: 5 passos em direção à sua própria marca

Determinar a identidade do seu negócio não é algo tão difícil. Você só precisará pensar um pouco. Se você estiver trabalhando em equipe, faça um brainstorm. Nós listamos tudo o que precisa ser feito abaixo.

1. Responda à pergunta “Por quê?”

Por que você trabalha? O que você faz enquanto trabalha e por que escolheu trabalhar no ramo jurídico? As respostas ajudarão a identificar qual será a missão do seu escritório. É aqui que começa a sua identidade

Por exemplo, a missão de um advogado corporativo é proteger os negócios do cliente e protegê-lo de perdas. A missão de um advogado de divórcio é ajudar as pessoas a superar uma fase difícil de suas vidas com o mínimo de perda possível e sem violação de direitos.

2. Identifique o seu cliente

Entenda para quem você está trabalhando. Apenas evite as respostas gerais “para o bem de todos”. Na verdade, seus clientes são um grupo restrito de pessoas que podem se beneficiar de serviços jurídicos específicos. Quem são essas pessoas? Uma análise de sua prática ajudará a responder à pergunta. Descubra de onde vêm seus clientes e quais são seus problemas, objetivos e motivações.

Por que isso é necessário? Para criar a imagem de um cliente. Tal imagem irá incorporar as características médias de seu público. Você será capaz de construir uma marca com base nessas características. Isso se aplica não apenas à identidade visual, mas também aos tipos de serviços, formas de comunicação e tudo mais.

3. Descubra os valores dos seus serviços

Os valores são a base do seu negócio. Para defini-los, estabeleça as metas que deseja alcançar em sua prática. Pronto? Agora pense em como você alcançará seus objetivos. As formas e ferramentas para alcançar são seus valores. A identidade visual da sua marca deverá enfatizá-los.

4. Faça uma Proposta Única de Venda

Esta proposta é uma breve declaração sobre seus serviços e como eles podem atender às necessidades do cliente e qual é a sua vantagem competitiva. Este é um item muito importante na formação da marca: é usada na construção de uma estratégia de marketing e no posicionamento da marca. 

Aqui está uma lista de verificação para determinar a sua proposta única:

  • Quais os serviços que você oferece?
  • Para o que você trabalha?
  • Qual cliente precisa da solução que você oferece?
  • Como você se diferencia de seus concorrentes?

Um exemplo convencional da proposta única de venda de um advogado é: “Eu consulto e dou assistência aos clientes que sofreram ferimentos em acidentes de carro, e não paro até que eu consiga uma solução justa para esses problemas”.

5. Escolha a “voz da marca”

A sua marca deve “conversar” com o seu público. Cada ponto de contato: uma ligação para o seu escritório, uma resposta a uma dúvida na rede social ou a leitura de uma matéria em um recurso jurídico – é o contato direto da marca com o público. 

É importante que a “voz” seja única e ao mesmo tempo consistente com os valores centrais. Por exemplo, a “voz da marca” de um advogado de família deve ser calma e amigável, enquanto um advogado que administra um grande negócio deve ser equilibrado e profissional.

Conclusão

A marca pessoal de um advogado ou de um escritório de advocacia não é mais um capricho, mas uma necessidade empresarial

Ao pensar em seu branding, você organizará seus processos estratégicos: entenderá para quem está trabalhando e onde quer chegar. Uma identidade visual de alta qualidade proporcionará um influxo de novos clientes, um aumento no reconhecimento e autoridade.

Mais conhecimentos para você

Esperamos que essas dicas ajudem você a construir uma identidade visual para advogados ideal para o seu negócio! Vale ressaltar que são pontos válidos tanto para escritórios de advocacia quanto para o advogado autônomo.

Se você gostou dessa leitura e quer se aprofundar em formas de melhorar a divulgação do seu negócio, aí vão algumas sugestões:

Você sabia que pode receber estes e outros conteúdos diretamente na sua caixa de entrada? Assinando a newsletter da Aurum, você fica por dentro das novidades do Direito e tecnologia diretamente por seu email. É só clicar abaixo!

assine a aurum news e receba os melhores conteúdos para advogados

Se você gostou deste artigo, não deixe de recomendá-lo a colegas! Aproveite e comente aqui embaixo dizendo o que você achou do conteúdo. 😉

Finalmente
chegou a hora de crescer sua advocacia!

Com o Astrea você automatiza sua rotina jurídica e ganha tempo para colocar planos em prática

Comece grátis
Comentar
Recomendar
Vamos continuar a conversa?

4 Comentários
Você está aqui