Melhores dicas de análise SWOT para escritórios de advocacia

Melhores dicas de análise SWOT para escritórios de advocacia

Comentar
Recomendar

A análise SWOT é uma técnica de planejamento estratégico utilizada para escritórios de advocacia identificarem suas forças e fraquezas em relação ao mercado em que estão inseridos. Pode ser utilizada para definir áreas de atuação, metas de expansão, modelo de trabalho, entre outros pontos.

Mentalize um mercado de alta concorrência, que exige diferenciais competitivos e que recebe cada vez mais profissionais qualificados. O cenário contempla diversos segmentos, mas se você chegou a este conteúdo certamente deve ter pensado na advocacia, certo?

Sem dúvidas, iniciar e manter um escritório em meio a tantos requisitos de mercado é um desafio que vai além de apenas oferecer um bom serviço. Mas, com consciência dos pontos positivos e dos que têm potencial para melhorar, é possível planejar boas estratégias para destacar o seu negócio. E uma das formas de fazer isso é por meio da análise SWOT.

Neste conteúdo você vai conhecer a fundo o que é essa estratégia e ver dicas de como aplicá-la em escritórios de advocacia. Além disso, ao final, poderá fazer o download de um material completo para colocar a técnica em prática em busca de seu diferencial competitivo.

Navegue pelos tópicos do conteúdo

Para facilitar a leitura, você pode utilizar o menu clicável abaixo e ir direto ao tópico de seu interesse:

O que é análise SWOT?

Utilizada nos mais variados segmentos, a análise SWOT é uma técnica voltada ao planejamento estratégico. Seu objetivo é levantar aspectos internos e externos de um negócio para que seja possível se inserir e estabilizar no mercado resguardado e preparado para competir com a concorrência.

A sigla “SWOT” significa: 

  • Strengths (Forças);
  • Weaknesses (Fraquezas);
  • Opportunities (Oportunidades);
  • Threats (Ameaças). 

Em português, é conhecida como “matriz FOFA”.

A análise SWOT é uma etapa importante no planejamento, pois a partir de sua aplicação é possível identificar as melhores oportunidades e entender os caminhos a seguir para ter resultados positivos. 

Melhores dicas de análise SWOT para escritórios de advocacia
Entenda o que é análise SWOT e como aplicar na advocacia.

Benefícios da análise SWOT

De forma bem direta, aplicar a matriz SWOT garante vantagens para seu escritório frente à concorrência, entre elas:

Segurança na hora de aplicar estratégias

Ao finalizar a sua matriz SWOT, você terá um mapeamento completo do atual cenário do seu escritório de advocacia e das possibilidades de evolução e melhoria. Com isso, garante maior assertividade na hora de traçar estratégias futuras, pois terá um embasamento técnico para se planejar.

Identificação de oportunidades do mercado

Através de estudos e pesquisas realizados com a análise SWOT, você, advogado empreendedor, vai saber quando e como agir frente ao mercado em busca da expansão de seu escritório. 

Por outro lado, quem inicia o planejamento de um negócio sem esses dados prévios, corre o risco de atirar no escuro, pois não tem ciência do mercado onde está inserido.

Baixo custo e alto retorno para o escritório

Fazer uma análise SWOT em seu empreendimento jurídico tem um ótimo custo-benefício. 

Isso porque, além da possibilidade de ser feita internamente (falaremos mais adiante sobre isso), a partir dos resultados obtidos é possível traçar estratégias e descobrir onde dedicar esforços para evoluir seu escritório. 

Com isso, o retorno compensa o investimento – de tempo ou de recursos, caso opte por um serviço especializado.

Saiba mais sobre ROI (Retorno sobre o Investimento) aqui no Blog da Aurum.

Como aplicar análise SWOT para escritórios de advocacia

A análise SWOT para escritórios de advocacia pode ser dividida em duas etapas: análise interna e a análise externa. Ou seja, no primeiro momento você observa pontos de dentro do seu escritório e, em seguida, pontos externos do negócio.

A seguir, você confere o que deve ser observado em cada etapa da análise. 

Etapa 1: análise em ambiente interno

A etapa de análise do ambiente interno prevê uma busca geral sobre os fatores influenciadores – forças e fraquezas – que estão dentro do escritório de advocacia. O ideal, aqui, é separar o seu “produto” do mercado que está inserido, pois nesta etapa o ambiente externo não terá influência. 

Assim, para o ambiente interno, você deve observar com clareza e imparcialidade:

Forças

Aqui você deverá elencar as suas vantagens frente à concorrência. Ou seja, quais qualidades podem ser consideradas um diferencial do seu negócio, o que torna o seu escritório competitivo e o que pode levar ele à frente dos demais. 

É importante destacar apenas com dados e fatores que estão sob seu controle, assim você pode decidir se tais forças serão mantidas ou se irá em busca de novas características.

Para auxiliar nesta etapa alguns questionamentos podem ser feitos, como: 

  • O que agrada os meus clientes? 
  • O que o meu escritório tem de diferencial?

Fraquezas

Ainda analisando o ambiente interno, você também deve identificar possíveis fraquezas dentro do seu empreendimento. Neste momento, é fundamental trabalhar com imparcialidade e levantar todos os pontos que podem vir a prejudicar seu negócio jurídico no futuro.

Com sinceridade e olhar crítico, observe as características separadamente, de maneira individual, e com atenção. Ao encontrar problemas, analise o grau de dificuldade dos mesmos para entender se é algo simples de resolver ou se terá de ser trabalhado gradativamente até ser solucionado.

Aqui, você pode se perguntar os motivos pelos quais os clientes não voltam para novos serviços, se as suas atitudes e de seus colaboradores são positivas para o escritório, etc.

Etapa 2: análise em ambiente externo

Após observar o seu escritório internamente e levantar o que ele oferece de melhor e o que deve ser ajustado, é hora de passar para a análise externa. 

São as variáveis consideradas incontroláveis, ou seja, fatores do mercado sobre os quais você não tem poder para agir diretamente, mas que devem ser mapeados ou explorados com maior atenção para que não sejam prejudiciais no futuro.

Assim, na análise de ambiente externo você vai observar:

Ameaças

Você deve analisar todas as forças externas que podem influenciar negativamente os planos do seu escritório de advocacia. Ou seja, possibilidades que quando se tornam realidade são prejudiciais para os seus planos.

É importante destacar todos os pontos que deixam receoso em relação ao mercado, ampliando seu olhar para situações atípicas e abrangentes. Assim, inclua fatores externos que envolvem todos os tipos de problemas passíveis de acontecer e que possam interferir no funcionamento do seu escritório.

Alguns pontos que podem ser elencados e questionados são: desastres naturais, vantagens dos concorrentes, escassez de mão de obra e quebra de sistemas de CRM.

Oportunidades

Diferente da etapa anterior, nas oportunidades você deve analisar as forças externas que podem ser consideradas positivas para o seu negócio.

Vale lembrar que mesmo sendo interessantes para os seus planos, todos esses fatores são incontroláveis e, por isso, você não deve se apoiar e contar com eles para suas estratégias, e sim contar com essas possibilidades e utilizá-los como uma “carta na manga”.

Alguns exemplos podem ser: uma nova tecnologia que dará mais praticidade ao controle de prazos e processos, uma parceria com alguma empresa de renome no mercado ou a falência de escritórios concorrentes.

Software Juridico Astrea
Garanta segurança e produtividade na sua rotina com o novo plano gratuito do Astrea conhecer o plano light

Etapa extra: análise SWOT Cruzada

Após todos os levantamentos de todas as Forças e Fraquezas, Oportunidades e Ameaças, há uma terceira etapa opcional que pode ser realizada. Consiste no cruzamento das informações levantadas nas etapas anteriores e é chamada de análise SWOT Cruzada. 

A técnica é um complemento às etapas anteriores e pode ser utilizada para traçar planos de ação estratégicos e inovadores para seu escritório. Ao cruzar os resultados dos quadrantes da Matriz SWOT, é possível gerar novas alternativas de ação, classificadas em:

  • Estratégia Ofensiva: relaciona Forças e Oportunidades para destacar vantagens competitivas;
  • Estratégia de Reforço: relaciona Fraquezas e Oportunidades para superar impactos negativos;
  • Estratégia de Confronto: relaciona Forças e Ameaças para evitar impactos negativos;
  • Estratégia de Defesa: relaciona Fraquezas e Ameaças para reduzir danos e porteger o negócio.

Assim, antes de utilizar a SWOT Cruzada, é fundamental ter levantado todas os aspectos das etapas 1 e 2. Dessa forma, é possível ter uma noção geral do caminho a percorrer para se destacar no mercado, levando em conta o que seu escritório tem a oferecer e onde é necessário dar mais atenção em relação aos concorrentes e ao mercado jurídico em geral.

Planilha de análise SWOT para escritórios de advocacia

Para colocar todas as etapas em prática e estruturar a análise SWOT do seu escritório de advocacia, a equipe da Aurum elaborou uma planilha exclusiva para download. Por meio dela, você pode estruturar a matriz SWOT do seu negócio jurídico e ainda traçar o plano de ação por meio da SWOT cruzada. 

Clique abaixo para fazer o download gratuito da planilha de análise SWOT para escritórios de advocacia:

BAIXAR PLANILHA ANÁLISE SWOT GRÁTIS

Colocando a análise SWOT em prática

Muitos advogados podem pensar que, por se tratar de uma estratégia de marketing, uma pessoa leiga no assunto colocar a análise SWOT para escritórios de advocacia em prática pode ser muito complexo. Mas, na verdade, é mais simples do que parece.

Observando exemplos e vídeos, e utilizando um material como o disponibilizado acima, rapidamente você pode aprender como fazer a análise na prática e ir evoluindo nessa atividade. 

Uma indicação de material didático sobre como fazer análise SWOT é o vídeo abaixo, produzido pela Rock Content, especialista em estratégias de Marketing Digital:

Entretanto, a correria da vida jurídica pode impossibilitar esse “tempo gasto”. Assim, procurar um especialista da área pode ser a melhor opção para quem não pode deixar de dar atenção aos casos e processos no dia a dia. 

Por mais que o custo seja mais elevado do que fazer manualmente, ao contar com um profissional você terá um serviço ainda mais completo. Sem dúvidas, com as oportunidades que a análise SWOT para escritórios de advocacia irá oferecer, o investimento inicial se tornará um mero detalhe comparado ao retorno e ao fato de desempenhar ainda melhor no mercado jurídico.

Por isso, se você tiver condições e fizer sentido para você, não economize recursos mentais e financeiros para planejar bem o seu negócio no mercado jurídico.

4 dicas sobre análise SWOT para advogados

Para facilitar sua análise SWOT para escritórios de advocacia, trouxe algumas dicas práticas e objetivas sobre o processo. Utilize-as como um guia para começar a colocar a estratégia em prática .

1. Tenha um objetivo definido

Antes de iniciar os estudos e pesquisas necessárias, é fundamental ter especificado qual é sua meta, o seu objetivo com essa estratégia. 

Se você quer ser referência no mercado de advocacia criminal, montar um escritório especializado em todas as áreas ou mesmo um negócio digital, com atuação home office.

Independentemente do tamanho do seu objetivo, precisa ser bem especificado, pois é a partir dele que você irá elencar os fatores internos e externos.

2. Levante seus pontos positivos e negativos

Reúna os sócios ou toda a equipe do escritório e analisem onde vocês acertam, o que oferecem que nenhum outro concorrente pode oferecer, onde vocês erram, o que pode ser melhorado e onde pode ser melhorado. Se você é um advogado autônomo e que trabalha sem outras pessoas na equipe, separe um espaço na agenda e realize o mesmo processo com atenção.

A partir dessa análise, você conseguirá visualizar de uma forma mais clara todos seus pontos fortes e fracos para aplicar a análise SWOT para escritórios de advocacia. 

Lembre-se que é apenas em outra etapa que serão levantadas possíveis soluções, então foque no que já é uma certeza e seja o mais imparcial possível.

3. Faça uma revisão dos pontos levantados

Após o brainstorm realizado na etapa anterior, é hora de definir os pontos que são realmente fundamentais e cortar as suposições e informações que não podem ser consideradas como um fato.

Qualquer levantamento que deixe alguma dúvida ou que não tenha sido aferido com afinco deve ser revisado com atenção e, caso não proceda, deve sair da lista. Seja uma fraqueza ou uma força.

4. Faça a análise final

Depois de seguir as dicas acima e finalizar as etapas de análise interna e externa, é o momento de reunir os pontos levantados e fazer uma análise com base no todo. É nesse momento que você irá cruzar as informações e a análise SWOT para escritórios de advocacia começará a fazer mais sentido. 

Ao analisar os pontos fortes do seu negócio jurídico, é importante ver como suas forças podem se tornar estratégias ao observar as oportunidades. O mesmo deve ser feito comparando as fraquezas vistas como ameaças do mercado. 

A partir desse cruzamento, as possíveis soluções vão surgir e, posteriormente, se tornar estratégias a serem colocadas em prática.

Conclusão

Agora que você entendeu mais sobre a aplicação de uma análise SWOT para escritórios de advocacia, já sabe o quanto a estratégia pode ser um grande diferencial para o seu negócio. 

Assim como outras estratégias de marketing jurídico, ela deve ser analisada e planejada com calma e muita pesquisa. E, caso tenha condições, sempre busque inovar nesse sentido para manter seu negócio atualizado e à frente dos concorrentes de mercado.

Outros conteúdos para você

Se você gostou desse texto e quer saber mais sobre estratégias para escritórios de advocacia e marketing jurídico, indicamos os seguintes conteúdos:

Quer ter isso e muito mais na sua caixa de e-mail? Assine a newsletter da Aurum e receba conteúdos exclusivos com as novidades sobre o universo do direito e tecnologia.

assine a aurum news e receba os melhores conteúdos para advogados

Ficou com alguma dúvida sobre a análise SWOT para escritórios de advocacia? Tem alguma sugestão para deixar o conteúdo ainda mais completo? Compartilhe com a gente nos comentários abaixo! 😉

Finalmente
chegou a hora de crescer sua advocacia!

Com o Astrea você automatiza sua rotina jurídica e ganha tempo para colocar planos em prática

Comece grátis
Comentar
Recomendar
Vamos continuar a conversa?

    Nenhum comentário
    Você está aqui