Participação na OAB: Conheça os benefícios para o jovem advogado

Por que o jovem advogado deve participar das atividades da OAB?

Comentar
Recomendar
Muito se fala sobre a importância dos advogados, principalmente aqueles em início de carreira, participarem de atividades em instituições comerciais, empresariais e industriais, com o objetivo de serem notados e entenderem a dinâmica e a cabeça do empresário, seu possível cliente.

Contudo, pouco se fala sobre a importância da participação do advogado em eventos e comissões da própria Ordem dos Advogados do Brasil. Muitos profissionais entendem que firmar relações com advogados não funciona como forma de prospectar clientes.

Esse é um pensamento que precisa mudar. Como explicou o André Kageyama aqui no blog da Aurum, a participação na OAB deve ser vista também como um espaço de parcerias profissionais. Existem muitos advogados que podem te ajudar a alavancar a sua carreira e são muito mais do que apenas concorrentes.

Até pouco tempo, quando a advocacia era genérica e pouco especializada, de fato o advogado ao seu lado representava uma concorrência direta na captação de clientes. Hoje em dia, contudo, com o surgimento da advocacia especializada, as parcerias entre advogados que trabalham em apenas determinada área aumentaram consideravelmente.

Por isso, no texto de hoje vou falar um pouco sobre a importância da participação na OAB para o jovem advogado e sobre a minha experiência aqui em Santa Catarina:

A importância da participação do jovem advogado na OAB

Uma das principais oportunidades de atuar na Ordem dos Advogados está nas comissões temáticas, órgãos de assessoramento da OAB. Em Santa Catarina, por exemplo, temos 82 comissões que discutem os mais diversos temas. Você pode atuar nas comissões Advocacia Pública Municipal, Conformidade de Compliance, Desenvolvimento e Infraestrutura, Direito da Moda, Direito de Energia, Direito em Startups, Licitações e Contratos, além da OAB Jovem, entre outras. A lista completa com todas as comissões, inclusive seus membros, pode ser acessada neste link.

Para nós, jovens advogados, a importância da participação na OAB está principalmente em compor comissões de assuntos diferentes daqueles que trabalhamos atualmente, mas temos curiosidade de conhecer para atuar no futuro. Participar dessas comissões pode nos ajudar a fazer networking com os advogados mais experientes nas áreas que queremos trabalhar mais para frente e também nos prepara tecnicamente.

Além disso, a partição da comissão OAB Jovem nos ajuda a perceber as dificuldades dos nossos colegas que também estão em início de carreira. Assim, os advogados podem compartilhar soluções e até promover cursos de orientação profissional para aqueles que estão com maiores dificuldades.

Conclusão

Em um primeiro momento, pode parecer que a relação entre advogados não é a melhor opção para quem precisa captar clientes e prospectar negócios. Mas com o passar do tempo, principalmente com a efetiva participação do advogado na OAB, o jogo se inverte: o networking, antes visto como concorrência, pode se tornar uma porta de novos negócios!

_

E se você está buscando espaços para aprimorar a sua advocacia e fazer conexões, garanta a sua vaga no Aurum Summit, o evento de inovação na advocacia e empreendedorismo para advogados da Aurum:

Garanta seu ingresso para o Aurum Summit 2018

Comentar
Recomendar
Vamos continuar a conversa?

 

    Nenhum comentário
    Você está aqui