o que mudou na advocacia

O que mudou na advocacia e porque 2020 é o ano para dar certo

Comentar
Recomendar

Muito mais do que dominar algum ramo do direito. Para se sobressair no mercado jurídico atual é necessário fazer a leitura empreendedora de o que mudou na advocacia ao longo do tempo e aprender a se reinventar diariamente. Afinal de contas, já alertava Sobral Pinto: “A advocacia não é profissão de covardes”. 

Trazendo para o contexto de hoje, precisamos entender os mudanças na advocacia. E quem não estiver disposto a encarar de frente e com coragem as exigências do mercado atual, certamente está fadado ao fracasso nessa profissão.

Pois é, pessoal, quem acompanha os materiais produzidos aqui no Blog da Aurum já sabe que a nova advocacia deixou para trás a era da troca de cartões de visita, do terno preto por de trás da mesa, e daquele cafezinho enquanto você espera literalmente sentado os clientes entrarem no escritório para te contratar.

O que mudou na advocacia também vai muito além da necessária presença no mundo virtual. O mercado jurídico atual busca reforço em uma série de recursos e ferramentas de áreas diversas do direito que podem elevar significativamente o nível da sua advocacia.

Estejam certos de que 2020 é o ano que tem tudo para dar certo na carreira dos profissionais do direito que estiverem atentos ao que mudou na advocacia. 😉

Por isso, convido você para acompanhar esse artigo até o final! Vamos fazer uma reflexão histórica e falar um pouco desse processo de evolução da advocacia, apresentar algumas ferramentas poderosas nesse novo mercado e entender por que 2020 é o ano para você fazer diferente. Vamos nessa!

O que mudou a advocacia ao longo da história

A advocacia é conhecida como uma das profissões mais antigas da humanidade. Podemos encontrar nossas raízes em épocas remotas da história mundial, se considerarmos a essência da profissão, na qual se busca por meio da arte intelectual combater injustiças e afirmar direitos violados.

Sem exageros, podemos partir de Moisés, como líder nato e que por meio da influência das palavras assumiu a defesa de seu povo, atuando como verdadeiro advogado conforme os registros históricos. Não diferente, Jesus Cristo em momento posterior advogou em prol de Maria Madalena, evitando um apedrejamento em praça pública após invocar a Lei Mosaica.

Contudo, as origens históricas do surgimento formal da advocacia situam-se em Atenas, na Grécia. Posteriormente, em Roma, onde a nasce a técnica pela ciência jurídica como profissão individual e autônoma. 

E no Brasil, como foi?

No Brasil, a advocacia começa a nascer após a defesa dos ideais de independência de Dom Pedro I, para que o país tivesse as suas próprias leis e desvinculando-se das Ordenações Filipinas. Não havendo dúvidas, desde então, da importância da advocacia para a sociedade brasileira, a fim de se garantir ofício do profissional capaz de defender a efetividade do nosso próprio ordenamento.

Sem entrar no mérito das lutas históricas da nossa classe, não é por acaso que o próprio texto da Constituição de 1988, já destaca que o advogado é indispensável à administração da justiça.

Nesse sentido, vale citar Luiz Lima Langaro (1996):

A missão do advogado é indispensável à sociedade e de indiscutível necessidade e importância. Ele assegura o esclarecimento do direito, a fiel interpretação da lei, solucionando os litígios por intermédio do Poder Judiciário. Mantém a paz social, restaura os direitos violados e auxilia na consecução da Justiça”

O que mudou na advocacia: 5 aspectos de destaque

A sociedade humana vive em constante transformação. Deste modo, é necessário que as profissões que ainda subsistem ao longo tempo se adequem a novas realidades de tempos e tempos.

Por isso é necessário compreender o que mudou na advocacia a fim de nos reinventarmos, tanto em nossa relação com o direito, quanto na forma com que nos posicionamos e exploramos o mercado jurídico.

Abaixo, trago 5 aspectos que se destacaram nesse sentido. Confira:

1. Novos recursos tecnológicos

As evoluções tecnológicas e o caminho sem volta do mundo digital nos permitem visualizar as principais mudanças da advocacia ao longo do tempo. Quantos não foram os advogados e advogadas que entraram em desespero com a chegada do processo eletrônico nos últimos anos?

O resto dos processos físicos que ainda existem estão com os dias contados. E, ao lado dessa transformação operacional, também acontece uma transformação estratégica na advocacia.

Não importa se falamos de um advogado autônomo que trabalha em home office ou dos grandes escritórios de massa com vários funcionários, o uso de boas tecnologias e a presença digital é fator decisivo que tem transformado a advocacia.

Mas não há como se diferenciar no mercado da advocacia na era digital sem administrar bem o tempo. E nesse ponto, a boa gestão de processos e casos, prazos e tarefas de um escritório de advocacia pode ser o início dessa transformação para muitos profissionais.

É aí que os softwares jurídicos de qualidade, plataformas de comunicação e atendimento online, aplicativos operacionais, entre outras ferramentas aparecem para facilitar a rotina dos advogados.

Software Juridico Astrea
Mais de 22 mil advogados já acompanham seus processos automaticamente com o Astrea experimente grátis

Se há alguns anos apresentar um belo cartão de visitas era um dos principais recursos de relacionamento e prospecção de clientes, hoje o advogado precisa estar presente nas redes sociais, nas plataformas de busca, nos sites, blogs, gerar valor na vida das pessoas e nutrir a internet e sua rede de contatos com tudo de bom que ela oferece dentro dos limites éticos da advocacia.

A advocacia mudou meus amigos… E isso vai muito além do processo judicial eletrônico.

2. Novas áreas e oportunidades de mercado

Se a sociedade evolui em ritmo cada vez mais acelerado em termos de tecnologia e inovação para as mais diversas áreas da vida humana, não podemos pensar que basta acompanharmos as transformações do direito que está tudo certo.

É necessário entender que enquanto as relações humanas sofrem transformações, existirão conflitos e novas necessidade de soluções jurídicas. Assim, também é certa a existência de novas oportunidades para o profissional do direito.

Se por um lado a inteligência artificial já representa uma grande ameaça para diversas áreas de atuação do advogado, por outro lado a mente humana carrega o seu poder insubstituível de gerar valor na vida das pessoas e entender com maior precisão as reais necessidades da sociedade.

Com o avançar do tempo, surgiram novos nichos para advocacia que necessitam cada vez mais de atuação especializada em detrimento do velho posicionamento generalista. 

A título de exemplo, você procurou saber sobre novas oportunidades de atuação jurídica como Direito Digital, Compliance e Direito das Startups? Será que você tem estado atento a o que mudou na advocacia e à necessidade de se reinventar diante das evoluções normativas e alterações legislativas e constitucionais que sempre criam oportunidades?

A advocacia mudou e exige atualização rápida dos profissionais interessados a cada reforma constitucional ou a cada pacote legislativo que é introduzido em nosso ordenamento jurídico

3. Metodologias de outras áreas

Além de entender as necessidades do público e compreender as novas oportunidades de mercado, para entender o que mudou na advocacia é necessário prestar atenção em habilidades de outros saberes. O mercado jurídico contemporâneo recebe muito bem o auxílio de recursos de outras áreas do conhecimento que muitos colegas advogados ainda não se atentaram para a importância. 

Existem metodologias de outras áreas que agregam extremo valor à atividade jurídica e que já vem sendo usadas por profissionais do direito. A título de exemplo temos o “Legal Design”, método que tem como objetivo encontrar soluções estratégicas e inovadoras para questões do universo jurídico. É focado na empatia e no ser humano, gerando como resultado a entrega de valor.

Esse tema, inclusive, foi um dos destaques do Aurum Summit, apresentando aos colegas advogados uma ferramenta baseada no Design Thinking. A novidade pode ser aplicada em diversos mercados para resolver problemas e descobrir novas soluções sem perder o foco no ser humano. Um bom exemplo, usado em muitos escritórios, é a mudança nas estruturas de padrões de um contrato ou relatório, tornando tais materiais de fácil entendimento aos seus destinatários principais.

Outra ferramenta auxiliar para a nova advocacia é o OKR (Objectives and Key Results) é um método de definição e acompanhamento de metas.  O método foi criado pela Intel e disseminado pelo mundo através de grandes empresas. O OKR na advocacia pode ser utilizado para a gestão e sucesso do escritório.

A equipe da Aurum elaborou um material completo sobre a metodologia, com modelos e o passo a passo para fazer um planejamento. Você pode fazer o download clicando abaixo:

baixar kit de planejamento de metas na advocacia com OKR

Esses são apenas alguns exemplos de recursos atuais que libertam nosso ofício das algemas do tradicionalismo e nos mostram novos caminhos para encarar o que mudou na advocacia

4. Relacionamento com os clientes

“A tecnologia vai reinventar o negócio, mas as relações humanas continuarão a ser a chave para o sucesso”, nos ensina o mestre Stephen Covey.

Saber se relacionar com os clientes sempre foi tarefa decisiva na advocacia. Mas, com o passar do tempo, os métodos de relacionamento exigem dos advogados um update de empatia e precisão. O cliente contemporâneo, seja pessoa física ou jurídica, vive consumido pelo tempo escasso na busca incessante por soluções e respostas rápidas. 

O advogado pode até não conseguir solucionar a demanda que lhe foi apresentada em tempo recorde, mas o seu empenho em dar atenção ao cliente é cerne do bom relacionamento e da fidelização. O que mudou na advocacia está relacionado, sim, aos avanços tecnológicos. No entanto, isso não quer dizer o advogado deva dar lugar a automação quando o assunto é relacionamento com o cliente.

Todos nós sabemos o quanto é difícil dar atenção a todos em meio a inúmeras tarefas, prazos e pressões do nosso ofício. Então como combinar tudo isso às várias mensagens de WhatsApp e contatos por e-mail, redes sociais, telefone?

Um software jurídico completo, como o Astrea, pode ser um ótimo aliado nesse sentido. Isso porque, além de otimizar procedimentos e fazer com que você ganhe mais horas para se dedicar aos clientes, oferece funcionalidades que ajudam a garantir um atendimento de excelência. Por meio das notificações de andamentos, você deixa seu cliente atualizado sempre que houver movimentação no processo vinculado a ele. Isso garante uma comunicação frequente entre vocês, melhorando também o relacionamento.

Experimente o Astrea e comprove

A nova advocacia pede que você entenda a jornada do seu cliente. De onde ele vem, por que ele vem, o que ele quer e quais providências você tomar dentro de cada situação.

Uma boa dica é desenhar um manual do cliente para seu escritório. Deixando claras as regras de comunicação no curso do contrato e apresentando de forma clara e didática o seu método de trabalho, sempre destacando a importância que esse cliente tem para o seu negócio.

Leia também: Como a advogada Leatrice Bez aumentou a aquisição de clientes com o Astrea.

5. Empreendedorismo jurídico

Esse ponto talvez é o mais importante para entender o quanto a advocacia mudou e muitos colegas ainda fizeram essa leitura de mercado. A advocacia não é atividade tipicamente mercantil, mas isso não quer dizer que o advogado não possa e deva adotar uma postura empreendedora no universo jurídico.

Ao contrário do que muito colegas pensam por aí, o empreendedorismo jurídico não se resume a criação de perfis nas redes sociais, muito ao menos a ficar compartilhando posts do CNJ, Migalhas entre outros. Não entre nessa! Aprenda com nosso time de conteúdo aqui na Aurum e seja original! 😉

O bom uso das redes sociais, site, blogs e da sua ocupação virtual passa necessariamente pela produção de conteúdos de qualidade. Empreender nada mais é do que realizar, colocar boas ideias em prática! A advocacia mudou, de modo que é sim possível fazer isso respeitando o Código de Ética da OAB e gerando valor na vida das pessoas.

Posicione-se como especialista, faça parcerias para as áreas do direito que você não domina. Organize seu escritório, a gestão do seu tempo, controle suas finanças, tenha planejamento de todo o seu trabalho e de tudo o que precisa ser feito para que a sua advocacia se desenvolva de forma sadia.

Foi-se a época do advogado que só sabia direito. Se você quer ser notado como um profissional diferenciado, precisa aprender a ser dinâmico em outras áreas e pensar de forma empreendedora

Leia também: Como acertar sua estratégia de marketing jurídico digital nos limites da OAB

A partir de o que mudou na advocacia, porque 2020 é o ano de fazer diferente?

As oportunidades para se fazer diferente na advocacia nunca foram tão próximas como neste ano de 2020. Se você leu esse artigo até aqui, eu já tenho a certeza de que você está na frente da grande maioria que ainda não entendeu que o conhecimento jamais deve ser subestimado e que sempre podemos ser melhores do que no passado.

Novas oportunidades e novos nichos não faltam. E você pode até dizer, “tudo bem Thiago Helton, mas também não faltam advogados no mercado…”. 

Caros colegas, definitivamente, entendam que a advocacia mudou, mas a grande maioria dos profissionais do direito ainda não compreendeu a dimensão dessas mudanças. Se você quer ter o controle da sua advocacia literalmente na palma das mãos, quebre a resistência com o tradicionalismo e se abra para as novas possibilidades.

Um bom começo é adotar um software jurídico capaz de organizar toda a gestão processual e financeira do seu escritório, de modo que você tenha mais tempo para pensar no direito e no empreendedorismo na advocacia.

Não importa se você é advogado autônomo, se tem um pequeno escritório, advoga em coworking, home office, ou se já tem sua estrutura consolidada e procura novos ares. Vou deixar a indicação do Astrea como solução para quem quer engrenar de vez na nova advocacia.

Adotamos esse sistema em nosso escritório em 2017, desde então nosso trabalho evoluiu para um novo patamar em organização e relacionamento com os clientes. 

Experimente o software para advogados Astrea gratuitamente

Resumo da ópera 

A advocacia mudou e o operador do direito tradicional ficou para trás. O novo mercado jurídico requer constante atualização e inovação para quem busca viver da advocacia.

Logo, é necessário que os advogados e profissionais do direito compreendam a importância de fazer uma releitura do seu mercado para enxergar novas áreas e oportunidades, bem como para aplicar metodologias de outros campos do conhecimento em sua atividade jurídica.

O relacionamento com os clientes segue como um dos pilares da boa advocacia, mas deve ser tratado como um diferencial competitivo pelos profissionais que entendem e valorizam as relações humanas como pedra fundamental do sucesso de qualquer negócio.

Por fim, aproveite 2020 para empreender de vez no direito e escrever uma nova história nas linhas sem fim da advocacia. Até a próxima! 😉

Se você gostou deste texto e quer saber mais sobre o uso de um software jurídico no seu dia dia, indico os seguintes conteúdos:

E para receber esses e outros materiais diretamente na sua caixa de email, basta se inscrever na newsletter da Aurum. Por meio dela, você recebe conteúdos de qualidade os sobre direito e advocacia.

assine a aurum news e receba os melhores conteúdos para advogados

E para você, o que mudou na advocacia e que vai impactar no futuro dos operadores do direito? Conte pra gente nos comentários abaixo! Vamos adorar saber sua opinião? 😉

Organize sua advocacia sem ferir o orçamento

Crie sua conta até  31/07/2020  e garanta 1 ano grátis no plano Light do Astrea

Saiba mais
Comentar
Recomendar
Vamos continuar a conversa?

  • Adriana Sodré Botelho disse:

    Muitíssimo boa noite!
    Adorei as informações,foram de muita importância aos meus conhecimentos, haja vista que estou fazendo meu Trabalho de Conclusão de Curso com o referido tema, gostaria de mais sugestões para a elaboração do meu sumário.
    Muitíssimo obrigada pelos conhecimentos.

1 comentário
Você está aqui