Como aplicar estratégias de marketing de relacionamento em escritórios de advocacia

Como aplicar estratégias do marketing de relacionamento na advocacia

Comentar
Recomendar

Marketing de relacionamento é um conjunto de estratégias que têm como objetivo alcançar e fidelizar clientes por meio de ações de engajamento e proximidade, oferecendo benefícios e fazendo com que eles se tornem disseminadores de uma marca.

Já não é novidade que os escritórios de advocacia vêm se adaptando ao marketing jurídico digital nos últimos anos. Isso faz com que os advogados estejam cada vez mais próximos de seus clientes, através de canais abertos onde o diálogo é a base.

Mas pode surgir a dúvida: será que essa proximidade é benéfica para meu empreendimento? A resposta é sim! E a melhor maneira de conciliar essa relação é trabalhando boas estratégias de marketing de relacionamento jurídico.

Aqui, vou te explicar melhor o que é esse formato, além de apresentar estratégias e dicas para te ajudar a aumentar a proximidade com os clientes e ainda captar novos. Tudo de maneira responsável e produtiva para o seu escritório! 😉

Antes de tudo: por que investir em marketing?

O marketing consiste em um conjunto de estratégias de comunicação que visam aumentar a visibilidade de um negócio, fortalecer sua marca no mercado e atrair mais clientes

Pode ser colocado em prática por meio de diversos canais: redes sociais, sites, blogs, canais de e-mail, entre outros. Uma estratégia séria e com objetivos definidos pode afetar diretamente o Retorno Sobre Investimentos do seu escritório (veja mais sobre ROI na advocacia), garantindo saldo positivo.

Com isso, fica fácil entender por que é importante investir em marketing jurídico. Afinal, quem não deseja ser reconhecido e ampliar sua carteira de clientes, não é mesmo? 😉

Mas investir em marketing vai além de garantir uma boa forma de ampliar conexões: contempla também aproximar as que você já possui. E é nisso que vou focar a partir de agora!

O que é marketing de relacionamento?

O marketing de relacionamento é uma estratégia de marketing que tem como objetivo fidelizar clientes por meio de engajamento e proximidade. As ações ocorrem nos mais diversos canais de comunicação, seja online ou offline, e englobam comunicação, qualidade de atendimento, entre outros fatores.

Esse relacionamento mais próximo é importante não só para sanar dúvidas ou para se fazer presente com maior frequência, mas também para fortalecer a marca e se posicionar como autoridade no mercado – o que contribui para se destacar diante da grande concorrência.

O avanço da tecnologia e dos canais de comunicação foram dois dos primeiros indícios de que estar mais próximo dos clientes pudesse ser o melhor caminho para conseguir superar expectativas e entregar, além de resultados, uma relação de confiança, em que ambas as partes se encontram satisfeitas com o que é prestado.

Nesse contexto, muitos profissionais precisam se atualizar e se aprofundar em temas que muitas vezes não são comuns na vida de um advogado, como estratégias de comunicação, atendimento ou marketing jurídico de conteúdo, por exemplo.

Tais habilidades se fazem necessárias na hora de trabalhar o canal de atendimento do seu blog, gerir uma crise que foge das normas éticas e voltam para o lado pessoal, ou até mesmo para trabalhar um e-mail marketing que ofereça conteúdos jurídicos interessantes e informativos.

Essa modernização também é necessária para temas mais comuns no meio jurídico, como as regras vigentes no Código de Ética da OAB, que limitam certas estratégias de comunicação, como a mercantilização de serviços, por exemplo.

Você pode saber mais detalhes em outros textos que produzi aqui para o blog da Aurum:

Qual é o objetivo do marketing de relacionamento?

O marketing de relacionamento tem como principal objetivo manter a satisfação de seus clientes e fazer com que eles sejam cada dia mais fiéis aos seus serviços, por perceberem que você é a melhor pessoa para sanar seus problemas.

E isso não é feito simplesmente com habilidades e conhecimentos técnico, mas sim na parte pessoal da relação advogado-cliente. Ou seja, quando você mostra que se importa com a causa dele e faz com que não seja apenas um caso a ser resolvido, mas sim uma pessoa que precisa de atenção e informações.

Estar disponível para sanar dúvidas e questionamentos pode parecer simples, mas para o cliente é uma grande demonstração de comprometimento. Por isso, é importante se atentar às novas ferramentas e tecnologias que surgem e estão aí para facilitar essa aproximação, principalmente quando falamos do meio digital.

As redes sociais, por exemplo, são ótimos canais para troca de informações e conteúdos relevantes. Também são ótimos meios de troca de feedbacks, que são considerados pilares da confiança em uma relação profissional.

Ou seja, é essa aproximação que faz com que o marketing de relacionamento se torne uma peça chave para melhorar os números de seu escritório

Como aplicar o marketing de relacionamento em escritórios de advocacia

Assim como as demais estratégias que se fazem presentes no marketing jurídico, o marketing de relacionamento deve ser trabalho para que seus retornos sejam vistos à médio/longo prazo

Mas isso não quer dizer que se deve priorizar uma etapa do trabalho e deixar de lado a outra. Todo o processo é importante, desde a escolha das estratégias até a manutenção do meios escolhidos para trabalhar.

Levantamos algumas dicas que podem nortear o início do projeto e e te auxiliar ao longo do mesmo, veja: 

1. Tenha controle sobre quem são seus clientes

Conheça cada um de seus clientes e entenda suas necessidades. Dessa maneira, será mais fácil saber o momento certo para tratar de determinados assuntos assuntos. Além disso, sabendo seus gostos, personalidade ou atividades de rotina, vai ser mais fácil entregar o que ele deseja.

Software Juridico Astrea
Garanta segurança e produtividade na sua rotina com o novo plano do Astrea conhecer o plano light

2. Crie canais de atendimento

Seja através de redes sociais, como pelo Instagram e WhatsApp, ou em um chatbot em seu website, é importante se fazer presente, realmente mostrar que você está disponível e não será difícil entrar em contato com você.

Nesse sentido, indico conteúdos com dicas práticas para você aplicar de forma simples e rápida:

3. Trabalhe estratégias de fidelização

Mostrar aos seus clientes mais fiéis que você preza por essa relação é muito importante. E você pode aplicar diferentes estratégias para ressaltar essa proximidade.

Um caminho é oferecer serviços exclusivos, descontos e bonificações nos serviços. Outra forma é fornecer materiais específicos do escritório. Nesse sentido, você pode personalizar brindes e materiais, como agendas, canecas, e outros objetos de uso do dia a dia. Ou até mesmo enviar conteúdos com análises sobre a legislação, mudanças recentes, impactos de alguma decisão, e outros aspectos que se relacionam ao nicho do seu cliente.

Dica de material: As 6 melhores estratégias de fidelização de clientes na advocacia.

4. Entenda que o relacionamento deve ser mútuo

Como já foi citado anteriormente, as redes sociais abrem espaço para que todos possam dar sua opinião. Por isso, é necessário ser assertivo nos comentários e dar espaço para que seus clientes e prospects possam ser ouvidos.

Leia mais: 5 motivos da importância do feedback para clientes na advocacia.

5. Mantenha o padrão de qualidade

De nada adianta se mostrar prestativo e interessado com os prospects ou com os novos clientes e ir deixando-os de lado com o passar do tempo. É nesse momento que se mostra o diferencial de um negócio. Afinal, os clientes mais antigos são o que te ajudaram a chegar onde está e não devem ser esquecidos.

Aqui no blog da Aurum você confere um depoimento da advogada Mariana Gonçalves sobre como ela garante um atendimento ao cliente acima da média. É só clicar aqui.

6. Explore os meios disponíveis

Com o avanço das tecnologias, não faltam opções para você trabalhar o seu marketing de relacionamento. Blogs, email marketing, chatbots são ótimas ferramentas tanto para atender os clientes, quando para nutrí-los com artigos informativos.

Veja também: Como usar as redes sociais para se tornar uma referência na advocacia.

7. Analise os retornos

Por mais que você esteja sempre se empenhando para poder satisfazer os clientes do seu escritório, nem sempre é garantia de que o serviço está sendo eficaz para todos. Pensando nisso, faça pesquisas de satisfação para conseguir saber de cada um o que pode ser melhorado e o que está surtindo o efeito esperado.

Coloque o marketing de relacionamento em prática!

Após entender um pouco mais sobre o marketing de relacionamento e como pode ser fundamental para o progresso do seu escritório de advocacia, quando as estratégias são bem aplicadas, ficou clara a necessidade de aumentar a proximidade com os clientes.

Além de garantir maior credibilidade ao escritório no mercado, você será capaz de manter os clientes por mais tempo, fidelizando um grupo de pessoas que gostam do seu serviço e também da proatividade para ajudar em momentos adversos.

Pensando nisso, não espere que os demais concorrentes implementem tais estratégias antes do seu escritório, procure por profissionais e trace um plano de marketing para se consolidar no mercado.

Outros conteúdos interessantes

Ao longo do texto já indiquei alguns materiais para ajudar você a iniciar sua estratégia de marketing de relacionamento e garantir a fidelização de clientes. Para fechar com chave ouro, seguem mais alguns:

Se você deseja receber esses e outros conteúdos diretamente na sua caixa de entrada, é só se inscrever na newsletter da Aurum! Você terá uma curadoria de materiais de qualidade relacionados ao Direito e advocacia. É só clicar abaixo:

assine a aurum news e receba os melhores conteúdos para advogados

E aí, gostou do texto? Ficou com alguma dúvida, ou tem sugestões? Compartilhe com a gente nos comentários abaixo! Ah, e se você aplica o marketing de relacionamento no seu escritório, conta pra gente também. 😉

Estabeleça
uma rotina organizada e produtiva de verdade!

O melhor software jurídico do mercado, agora gratuito.

Conheça o plano Light
Comentar
Recomendar
Vamos continuar a conversa?

    Nenhum comentário
    Você está aqui