Inovação na advocacia: dicas para começar

Saiba como acompanhar a onda de inovação na advocacia

Comentar
Recomendar
Para compreender e assimilar a inovação na advocacia é preciso dar um passo atrás e retomar o conceito isolado de inovação, palavra tão comum no ambiente empresarial. Inovação é o ato de introduzir novidades à rotina, deixando de lado ou modificando antigos costumes, práticas e comportamentos “viciados”. Para a inovação, definitivamente, “porque sim” não é resposta.

O mesmo acontece com a inovação na advocacia. Afinal, o termo se refere ao uso de novas práticas, estratégias e ferramentas a partir de mudanças de pensamento e visão sobre o setor e o próprio negócio. Ou seja, para inovar na advocacia é preciso ter disposição para implementar mudanças significativas na rotina pessoal e do escritório. Mas, calma! Inovar não significa, necessariamente, implementar as tecnologias e recursos da moda o quanto antes.

Preparamos este conteúdo para aumentar o seu leque de opções e mostrar maneiras simples e eficientes de adotar práticas mais inovadoras no escritório. Por aqui você também vai entender melhor o cenário atual e por que se aproximar da inovação na advocacia. 😉

Tendências da inovação na advocacia

Quando você pensa em inovação na advocacia, as soluções tecnológicas surgem como pop-ups na sua cabeça? Uso de inteligência artificial e chatbot aparecem na maioria das conversas e conteúdos sobre o tema e merecem nossa atenção.

Chatbot é um programa de computador que executa ações programadas. É usado normalmente para simular uma conversa humana em um atendimento virtual via chat. O uso mais comum é como solução para responder dúvidas frequentes de usuários em sites e sistemas online, com um diálogo previamente definido entre o visitante e o robô.

Já a inteligência artificial, também conhecida pelo acrônimo IA, é um ramo da informática voltado para a produção de dispositivos que simulam a capacidade humana cognitiva. Assim, essas máquinas podem raciocinar, tomar decisões e resolver problemas. A Siri, da Apple, é um exemplo disso. E, na advocacia, o Ross, da IBM, é o advogado-robô celebridade do momento.

Uma dúvida comum sobre isso, que já foi respondida aqui no blog pelo presidente da Associação Brasileira de Lawtechs e Legaltechs (AB2L), Bruno Feigelson, é se os robôs vão substituir a atuação do advogado. Se você não leu a entrevista sobre advocacia 2.0, vale relembrar que a resposta é não. Afinal, o fator humano é fundamental para uma atuação inovadora. A inovação está, na verdade, mais na maneira de usar as ferramentas tecnológicas do que na invenção em si.

Se, por exemplo, seu escritório adere ao chatbot, mas não o utiliza com uma estratégia clara, de maneira humanizada, e nem responde dúvidas reais das pessoas que acessam seu site, você pode acabar afastando clientes potenciais mais do que os aproximando. Sem falar do desperdício de dinheiro que pode envolver essa ação.

Também existe uma certa confusão sobre o que é e o que não é inteligência artificial aplicada à advocacia. Se você tem interesse em saber mais sobre esse tema específico, conta pra gente aqui nos comentários! Podemos abordar esse assunto com mais profundidade em outro momento, se vocês quiserem. 🙂

Por que inovar na sua advocacia?

Você já sabe que inovar na advocacia envolve inserir novidades na sua rotina para facilitar e tornar mais eficientes as atividades que você executa, certo? Mas, pensando no conforto que é continuar agindo da maneira que você e sua equipe já conhecem e alcançando resultados que “dão pro gasto”, por que, então, buscar a inovação na advocacia?

Listamos alguns benefícios que certamente vão incentivar você a agir!

Mais produtividade para você e sua equipe

Aliás, fazer o tempo render e ter uma rotina mais produtiva é uma busca que desperta a criatividade e gera inovação para o escritório! Muitas vezes pequenas mudanças de comportamento podem gerar ótimos resultados. Compartilhamos aqui algumas dicas de produtividade para advogados para ajudar você a começar.

Atendimento de excelência

Sair da zona de conforto e inovar no atendimento com certeza vai aumentar a satisfação dos seus clientes atuais e tornar a aquisição de novos mais qualitativa e lucrativa para seu escritório! Quer dicas práticas? Não deixe de ler o Guia para encantar clientes com um software jurídico. 🙂

O seu lugar de destaque no mercado

Sim, existe um lugar de destaque para você nesse mercado tão concorrido! Mas, para encontrá-lo, é preciso mudar o modelo mental e adotar novas atitudes. Afinal, os mesmos comportamentos levam ao lugar que você já conhece. Algumas dicas de marketing pessoal para advogados e o guia de marketing digital para advogados podem ajudar. 😉

Seu escritório crescendo de maneira sustentável

A inovação na advocacia influencia, sim, no desenvolvimento do seu escritório. E é possível fazer isso com práticas acessíveis. Falamos mais profundamente sobre esse tema no artigo como fazer o escritório de advocacia crescer de maneira exponencial.

Como adotar práticas inovadoras na advocacia?

Nós apontamos alguns caminhos no tópico anterior, mas para que essas dicas sejam efetivas, é preciso tomar algumas medidas primárias e agir direto no problema, no que impede você e o seu escritório de inovar. Vamos a elas!

Mude o modelo mental

O seu negócio é reflexo do modelo mental que você sustenta e difunde para sua equipe. Ganhar bem, se diferenciar da concorrência e ter mais clientes é consequência de um trabalho bem feito. O segredo está na essência, no que motiva as atividades do escritório.

Escritórios de advocacia inovadores possuem um posicionamento claro e agem de acordo com ele. Nós já falamos isso em outros momentos, mas vale repetir mil vezes se for o caso. O primeiro passo para inovar na advocacia é direcionando o foco das atividades do escritório ao cliente. Quem é ele? Do que ele precisa? O seu escritório atende a essas necessidades?

Você escolheu ser advogado por um motivo. O seu cliente escolhe você para representá-lo porque acredita que você seja um bom resolvedor de problemas. Faça por onde merecer a confiança dele e se posicione para que seus futuros clientes o procurem por esse motivo.

Sintonize o modelo mental às ações do escritório. De nada adianta desejar ter uma equipe mais produtiva se você não priorizar ações e ferramentas que possibilitam que isso aconteça.

Perceba a relação que existe entre metas, produtividade e crescimento do negócio – metas apontam a direção; produtividade permite que os objetivos sejam cumpridos mais rapidamente; foco e estratégia aceleram o desenvolvimento do negócio. Enxergar com clareza vai iluminar o caminho e facilitar a mudança de atitude.

Entregue valor para o cliente em todas as etapas do trabalho desenvolvido no escritório! Pense em maneiras de entregar valor e surpreender o cliente na recepção, no primeiro atendimento, nos follow ups, na entrega de resultados e em todos os outros momentos e pontos de contato que ele vai ter com a marca do seu escritório.

Mapeie o que precisar parar de fazer, potencializar e começar

O que tem afastado você da inovação na advocacia? Identifique padrões nocivos, atividades que geram mais esforço do que resultados e tarefas que podem ser automatizadas (descubra aqui que atividades podem ser automatizadas).

O que impede seu escritório de oferecer um atendimento de excelência aos seus clientes?e Para a falta de tempo, dificuldade de organização, ausência de histórico, impossibilidade de relacionar atualização de casos e processos aos clientes, um software jurídico como o Astrea pode ser um grande facilitador para que você consiga inovar nessa área!

Mapeie também atividades que você quer continuar fazendo e, inclusive, atividades que você deseja potencializar ou profissionalizar. Se, por exemplo, você tem conseguido melhorar a delegação de tarefas no escritório, mas sente que profissionalizando essa atividade vai conseguir potencializar os resultados, invista em ferramentas que possibilitam isso.

O Astrea também pode ser uma boa pedida para isso, pois além de ter soluções completas para a gestão dos processo e dos prazos, ele foi criado como um gerenciador de atividades e permite ao escritório uma atuação de escala nesse sentido. 🙂

Experimente gratuitamente e comprove

Nessa atividade de repensar práticas e comportamentos você vai acabar sentindo falta de algumas ações que, por algum motivo, não consegue dar vazão ainda. Esse é o momento de mensurar essas ações e identificar maneiras de colocá-las em prática. Sim, inovar na advocacia requer disposição e mão na massa!

Implemente melhorias contínuas

Se as mudanças no escritórios vão ser muitas ou poucas, não importa. Temos certeza que você vai tomar as decisões possíveis e mais positivas para o seu negócio jurídico. No entanto, sempre que implementar novidades, é fundamental revisitar o que foi feito, colher feedbacks de colaboradores e clientes para fazer melhorias.

O fluxo de melhorias nunca acaba. E é esse processo cíclico que vai garantir que o seu escritório e a sua advocacia nunca parem de inovar. 😉 Na lista de ferramentas para advogados que preparamos aqui para o blog, indicamos o Google Forms como maneira de coletar opiniões e avaliações sobre os produtos e serviços do escritório.

Lembre de inserir no fluxo de melhorias do seu escritório uma atenção especial aos retornos (follow ups) para clientes. Mantê-los informados sobre seus processos ou casos, ainda que para dizer que não houve movimentação na Justiça, mas explicar o que o seu escritório já fez até aqui, é fundamental para um atendimento de excelência.

A nossa dica para tornar essa atividade inovadora escalável é usar um software jurídico que conte com um contador de processos inativos. Esse é um dos recursos do Astrea mais utilizados pela advogada Mariana Gonçalves! Além dessa funcionalidade, o sistema para advogados oferece um acesso exclusivo para o cliente checar o status do processo dele.

Software Juridico Astrea
Descubra como evoluir sua advocacia com o melhor software jurídico do mercado!
experimente o astrea grátis

Não tenha medo de testar

A inovação na advocacia é um caminho sem volta. Quando você menos perceber, vai se pegar pensando em maneiras de facilitar alguma etapa do trabalho ou potencializar algum resultado.

Mas, mesmo na maior empolgação, é preciso ter em mente que fazer pesquisas de aceitação, testar serviços com poucos clientes e colher feedbacks antes de implementar definitivamente ao catálogo de serviços do escritório é muito (muito mesmo!) importante.

Você provavelmente vai errar em algumas escolhas, e tudo bem. Você vai aprender muito com os erros (acredite!). A melhor maneira de se preparar para isso é fazer pesquisas com o seu público, testar sempre as novas ideias e, quando o erro vier, analisar onde está a falha para corrigi-la e… testar novamente!

O erro gera desconforto, mas faz parte do processo. Não tenha medo. O movimento de inovação na advocacia nem sempre vai ser fácil ou confortável. Mudar é difícil – mas fundamental para negócios bem sucedidos!

Participe de eventos temáticos e troque experiências

Muitas vezes a rotina impede o advogado ou gestor de olhar para fora da dinâmica do escritório. Práticas inovadoras acontecem a todo momento e ter acesso a elas vai inspirar e até validar o movimento do seu escritório. Participar de eventos de inovação com certeza vai contribuir com novas ideias e dar aquele “frescor” que a inovação necessita para acontecer, sabe?

Além de ouvir os painelistas, aproveite a sua presença nesses ambientes para trocar experiências com outros participantes. Alguém pode ajudar você a solucionar uma questão e, muitas vezes, você pode ser o exemplo positivo de inovação na advocacia que um advogado ou gestor precisa.

O ambiente colaborativo é muito favorável para a inovação. Pensando nisso, criamos o Aurum Summit, um evento de imersão no futuro da advocacia. O nosso objetivo é oferecer um dia inteiro de estudos, conversas, exemplos e dicas de como implementar a inovação na rotina dos advogados e escritórios.

Saiba mais sobre o Aurum Summit

Também compartilhamos e fazemos cobertura, no Instagram @aurum.br, de alguns eventos do tipo. Segue a gente por lá para não perder as dicas e sugestões. 😉

Conclusão

Este conteúdo é denso e pode ter dado a sensação de que é mais informação do que você é capaz de absorver, certo? Nesse caso, a nossa sugestão é para que você faça as anotações e destaque os trechos que mais achar interessantes e vá listando as ações possíveis para colocar em prática em ordem de prioridade.

Ler o artigo que fizemos sobre planejamento estratégico para escritórios de advocacia também vai ajudar você a partir para a prática!

Ah, e se você se interessou pelo Astrea e quer saber como a ferramenta pode (e vai!) auxiliar você na jornada de inovação na advocacia, experimente-o gratuitamente!

Experimente gratuitamente

Ficou com alguma dúvida? Tem alguma dica ou história de inovação na advocacia para compartilhar com os outros leitores do blog? Comenta aqui embaixo! 😉

Comentar
Recomendar
Vamos continuar a conversa?

 

    Nenhum comentário
    Você está aqui