Software jurídico Astrea mantém escritórios organizados e produtivos

Review: Como o escritório Possiede Araujo Advocacia ficou mais organizado com o Astrea

Comentar
Recomendar
Se você sofre com uma rotina desorganizada e sente que está perdendo o controle da sua gestão, talvez seja o momento ideal de contar com um software jurídico para reduzir o estresse e manter os prazos em dia – sem perder a qualidade! E nós conhecemos duas pessoas que podem ajudar você a escolher a melhor ferramenta. 😉
Os advogados Thiago e Eduardo são irmãos e sócios proprietários da Possiede Araujo Advocacia. O escritório, localizado em Campo Grande (MS), é especializado na área Cível e atende também casos de âmbito Empresarial, Tributário, Trabalhista, Previdenciário, Administrativo e Ambiental.
Nossos clientes desde 2015, os irmãos Possiede Araujo conversaram com a gente sobre como o software jurídico Astrea vem acompanhando o crescimento do escritório ao longo desses anos.

Como o software jurídico Astrea acompanhou a evolução da Possiede Araujo Advocacia

Se você segue o nosso blog há algum tempo, já deve ter lido o nome do Thiago Possiede por aqui, no estudo de caso que fizemos na época em que ele ainda atuava como advogado autônomo. Muita coisa mudou desde então. E foi sobre essas mudanças e como o Astrea contribuiu para manter a organização nesse momento de transição que conversamos hoje! Quer saber o resultado do bate-papo? É só continuar lendo!

Como foi o processo de criação da Possiede Araujo Advocacia?

Thiago: Existem duas partes na advocacia que são muito fortes: a parte de produção – cuidar das audiências, das peças jurídicas, dos processos –, e existe a parte comercial – do relacionamento com o cliente, do empreendedorismo mesmo.
Combinar esses dois lados não é fácil. Muitas pessoas enfrentam essa dificuldade. Por isso, dividimos as funções. Agora o Eduardo cuida da produção e eu da parte comercial. Definimos isso em junho de 2016 e montamos a sociedade.

Quando surgiu a necessidade de contratar novos colaboradores para o escritório?

Eduardo: A necessidade veio neste ano. Em 2016 a gente ainda conseguiu administrar, mas já começamos 2017 com bastante demanda atrasada e atividades pendentes. Fizemos várias horas extras e trabalhamos bastante. Então, percebemos que não tínhamos condições de continuar assim, que precisávamos de mais pessoas.

Antes do Astrea, vocês usaram outro software para advogados?

Eduardo: Trabalhamos juntos em um escritório que pagava um desenvolvedor para fazer um sistema próprio. Coincidentemente, éramos da equipe que tinha contato com esse desenvolvedor. Então, a gente viu o potencial dos softwares jurídicos. E a gente entendia como tinha que ser um software para atender um escritório de advocacia.

E como vocês chegaram até o Astrea?

Eduardo: Quando começamos a advogar separados, eu fui atrás de um software, encontrei o Astrea e indiquei para o Thiago. No fim das contas, ele usava muito mais do que eu. Na época, eu usava o Astrea mais para acompanhar os processos. Depois, quando criamos a Possiede Araujo Advocacia e voltamos a advogar juntos, ele já tinha uma rotina toda desenvolvida dentro do Astrea.

O que motivou a migração do plano Starter para o PRO?

Eduardo: Nós fomos usando cada vez mais o Astrea na nossa rotina. Então eu recebi um email de vocês avisando sobre o lançamento do plano PRO e o controle avançado de prazos e audiências chamou nossa atenção. Testamos durante 15 dias e gostamos bastante. Além disso, tivemos um suporte dedicado e mudamos definitivamente para o plano PRO.
Experimente o plano PRO do Astrea gratuitamente
Coincidentemente com a nossa migração de plano, começamos o movimento de trazer mais pessoas para o escritório e precisamos de mais usuários no Astrea. Atualmente, temos cinco.

O que mudou na Possiede Araujo Advocacia com o plano PRO do Astrea?

Eduardo: No mesmo momento da migração, a gente também contratou o serviço de publicações. Atualmente, a gente coloca toda a nossa prática no sistema, do atendimento ao cliente até o acompanhamento de cada processo. Quem cobra mais isso é o Thiago. [risos] A gente usa o espaço de comentários das tarefas para registrar notas com as atualizações sobre a tarefa, sobre os detalhes conversados com o cliente – tudo isso.
Digamos que a gente tem, por exemplo, um prazo de agravo de instrumento. Esse prazo gera uma tarefa de avisar o cliente, outra de emitir o preparo, outra para a petição, mais outra para informar o juiz de origem. Às vezes um prazo chega a ter dez tarefas, todas relacionadas. E a possibilidade de poder fazer tudo isso de forma integrada foi um divisor de águas para o escritório.

Por que a gestão integrada de prazos e tarefas do Astrea é tão importante?

Eduardo: Tem muita relação com organização, sabe? Pode parecer simples, mas faz toda a diferença, principalmente considerando que o prazo já foi cadastrado com base na publicação. Então você vai lá no Astrea ver os prazos e a publicação já está ali do lado, fica mais fácil de criar tarefas, de ter mais atenção às datas, ao prazo. Isso, pra mim, é o que faz toda a diferença porque permite um controle melhor do nosso trabalho.
E agora, na agenda do plano PRO, a gente consegue visualizar de uma maneira mais clara o que é caso, o que é audiência e o que é outro tipo de compromisso. Eu, por exemplo, quando abro o calendário, consigo organizar o que vou fazer no dia pelo tipo de prioridade: se é tarefa atrasada, audiência ou outra demanda. Agiliza muito. Essa mudança foi muito importante.

E como foi o processo de migração de plano?

Eduardo: Foi totalmente natural. A gente percebe a qualidade de um software pela velocidade com que ele se encaixa na rotina do usuário. No nosso caso, foi imediato. Logo já começamos a usar, a cadastrar prazos, a agendar audiências… foi bem rápido.
Thiago: O que eu acho interessante é que o Astrea acompanhou a gente desde o início. Quando a gente começou a advogar, a gente já começou com o Astrea. E agora migramos de plano e o sistema vem acompanhando a gente ao longo do caminho. A gente está agora em fase de crescimento, de contratação e o Astrea está acompanhando o nosso desenvolvimento. Isso é muito legal.

Na opinião de vocês, qual importância de um software jurídico para a gestão do escritório?

Eduardo: Hoje em dia é fundamental. Eu não vejo como não ter. Inclusive, um advogado de Santa Catarina ligou pra gente, de Lages, depois de ver a matéria que vocês fizeram com o Thiago. Ele me falou que são só três pessoas no escritório dele e, mesmo assim, acabam perdendo muitas informações.
Muitas pessoas anotam coisas importantes em papel e deixam na mesa, ou na agenda, no whatsapp ou email e tudo isso fica solto no ar. Eu mesmo vejo situações de colegas que esquecem informações – e é normal quando você não tem um lugar para, de forma organizada, sistematizar isso.
Um software jurídico facilita a gestão do processo, é um ambiente onde a gente pode fazer o fluxo de trabalho – agora que a gente tem um workflow mesmo, isso pode estar sistematizado, organizado. Então, com certeza, é fundamental. A gente não perde processo, não esquece processo, não esquece cliente.

Vocês acreditam que usar o Astrea ajudou a encontrar uma vantagem competitiva para o escritório?

Thiago: Tem vantagem competitiva porque a gente tem mais organização. Além disso, outra vantagem competitiva que eu percebo é no relacionamento com o cliente. Como a gente registra tudo no software jurídico, fica mais fácil de lembrar informações importantes. Se eu atender o mesmo cliente 20 vezes e, em cada vez, ele falar várias coisas, vai ter uma das vezes que eu não vou lembrar de tudo, mas vou poder consultar no sistema.

Como seus clientes percebem isso?

Thiago: Como a gente tem esse registro, a gente pode ter esse relacionamento mais próximo. Muitas vezes a pessoa nem lembra de tudo o que ela falou, mas quando o advogado lembra, ela se sente bem atendida.
Outra coisa que faz muita diferença é o lembrete de aniversário. Tem cliente que se emociona quando a gente manda mensagem de feliz aniversário. Todo mundo gosta de contratar um serviço e se sentir importante, né? Então a gente tem esse cuidado de perguntar a data de aniversário e colocar lá no Astrea.

O que vocês têm a dizer para quem está pensando em contratar um software jurídico como o Astrea?

Eduardo: Quando você é organizado, você consegue produzir mais do que uma pessoa desorganizada. Uma pessoa desorganizada, se ela não lembra o que tem pra fazer nas próximas semanas, vai ser improdutiva. Um software jurídico é uma peça de organização da rotina.
Uma medição que fizemos na prática do escritório: tivemos três semanas de volume intenso de prazos e audiências e, com o Astrea, a gente não se perdeu, não perdeu nenhum prazo, não perdeu o controle do escritório.
Depois que essa onda de excesso de trabalho passou, conseguimos verificar que cumprimos todos os prazos e adiantamos os das próximas semanas. Então, olhando a agenda e estabelecendo prioridade e organização, a gente conseguiu se agilizar bastante. A organização permite que a pessoa trabalhe muito mais e muito melhor. E o plano PRO do Astrea deu pra gente uma ferramenta de organização mais avançada e muito útil.

Avaliação geral do software jurídico Astrea, de 0 a 5

O sistema: ★★★★☆
Design: ★★★★★
Funcionalidades: ★★★★★
Atendimento e suporte: ★★★★★

Onde encontrar os advogados Eduardo Possiede e Thiago Possiede

  • Site: www.possiedearaujo.com.br
  • Email: contato@possiedearaujo.com.br

Gostou do estudo de caso? Então, experimente o plano PRO do Astrea grátis e garanta a organização do escritório e o cumprimento de todos os prazos!
Experimente o plano PRO do Astrea grátis

Comentar
Recomendar
Vamos continuar a conversa?

 

    Nenhum comentário
    Você está aqui