Como criar o hábito da leitura na sua rotina

Como criar o hábito da leitura na sua rotina

habito-leitura

Se me perguntassem qual um dos melhores hábito que podemos ter, a resposta seria fácil: o hábito da leitura! Se assim como eu, você é uma pessoa curiosa que sempre busca melhorar, recomendo continuar lendo este texto, pois a minha ideia aqui é te ajudar a construir esse hábito passando um pouquinho da minha experiência no assunto.

Ler pode ser muitas vezes algo cansativo, monótono e uma prática mais comentada do que realmente praticada pela maioria das pessoas. Que atire a primeira pedra quem nunca falou sobre algum livro sem ao menos ter lido o prefácio, não é mesmo?

Realmente, com o avanço da tecnologia e as diversas remodelagens do formato de leitura, folhear um livro físico cada vez mais nos passa a impressão de ser algo ultrapassado e por muitas vezes acabamos desvalorizando este objeto estático, sem brilho, sem “interatividade” e sem efeitos visuais e sonoros de última geração.

Então por que ainda continuamos com esse hábito ao invés de esperar uma versão digital com um cenário 3D imersivo?

A resposta é simples: livros ainda são ótimos! Eles possuem uma das melhores formas de transmitir informações e conhecimento permitindo que o leitor defina seu tempo de leitura, seu nível de engajamento, suas pausas para reflexão. A frase da vez aqui é: o leitor tem o poder!

Como adquirir o hábito da leitura?

Uma das melhores maneiras de se fazer isso é através do poder do hábito. Hoje eu sinto uma imensa necessidade de ler quase todos os dias e chego a ficar frustrado quando não consigo cumprir esse “acordo” feito comigo mesmo. Esse meu costume foi construído ao longo de alguns poucos anos, e tudo começou com o livro Personal Branding do Arthur Bender.

Na época eu tinha apenas o costume de ler artigos, pequenos textos como este ou livros de leitura obrigatória para a universidade. Ou seja, minhas grandes leituras eram forçadas, onde eu tinha pouco ou nenhum interesse no assunto e precisava cumprir um prazo. Em resumo, nada cativante.

Buscando testar algo diferente, aproveitei uma promoção na Amazon e acabei comprando alguns livros que achei interessantes e bem no meio dessa pilha tinha um que me chamava a atenção e foi ele, o Personal Branding, que me levou para o hábito da leitura. De forma bem resumida ele conta como fazer para se destacar no mercado, divulgar a sua marca pessoal e criar alguns hábitos para crescer profissional e pessoalmente. Aliás, para quem se interessar no assunto e quiser se condicionar a uma rotina ou hábito, outros dois livros que abordam o mesmo tema de forma mais completa são O Poder do Hábito do Charles Duhigg e Scrum do Jeff Sutherland.

Assim através do conhecimento adquirido pelo livro e do poder transmitido pela palavra do autor, comecei a minha aventura no mundo literário de conteúdo “acadêmico”. Como sempre, é muito mais fácil falar do que fazer, e em um esforço para seguir as dicas do autor e chegar a 1 livro lido por semana, falhei vergonhosamente.

No começo tentei me igualar às condições de exemplo do autor, esquecendo uma parte muito importante do livro onde ele fala para descobrimos o nosso ritmo. Não me dei conta que, sem querer, tentei me comparar de uma hora para outra com um dos mais famosos gestores de pessoas e marcas do Brasil. É óbvio que iria falhar!

A epifania demorou quase 3 meses para se manifestar e depois desse toque de Midas tentei buscar o meu ritmo. Demorei quase 2 meses para terminar meu primeiro e segundo livros, sem pressa e em uma situação muito mais orgânica, porém sempre tentando melhorar.

Nessa busca pelo meu ritmo, cheguei a base de 1 livro por mês. Algo que tento manter até hoje de forma religiosa. E como Jay Papasan comenta em seu livro A Única Coisa, criar um hábito que perdure demora cerca de 6 meses (claro que também depende de outros fatores como a vontade da pessoa e o tipo do hábito), porém aqui temos uma boa medida de tempo para usarmos como base, seja para adquirir o hábito da leitura ou alguma outra prática que você sempre quis.

0

Deixe seu comentário

Seu email não será publicado