Comportamentos para o advogado empreendedor

5 comportamentos essenciais em um advogado empreendedor de sucesso

Comentar
Recomendar
Você se considera um advogado empreendedor? Então, vem com a gente bater um papo rápido sobre negócio jurídico. 😉
Você já deve ter ouvido, talvez até lido em algum dos nossos conteúdos, sobre a importância de pensar seu escritório como uma empresa – mesmo que a sua atuação seja individual. Essa visão empreendedora da advocacia faz ainda mais sentido quando consideramos os fatores externos ao escritório, como mercado, concorrência, captação de clientes e proposta de valor, não é mesmo? Afinal, tudo isso pode ser decisivo para o sucesso dos seus projetos.
Também não é novidade que advogados não se formam empreendedores na faculdade e nem quando conquistam a carteira da OAB. Eles apreendem isso – com o perdão do trocadilho – com a experiência, os erros e, claro, os acertos.
Os mais de 20 anos empreendendo no meio jurídico e as histórias que ouvimos de clientes e amigos nos fizeram amadurecer alguns comportamentos para evoluir nos negócios. Para contribuir para uma versão cada vez mais madura do advogado empreendedor que existe em você, vamos compartilhá-las agora. A ideia é oferecer ferramentas para você já colocar essas dicas em prática assim que terminar de ler este artigo! Vamos lá? 🙂

5 comportamentos do advogado empreendedor bem sucedido

1 – Busque sempre a excelência

Qualidade e eficiência são os maiores fidelizadores de clientes do advogado empreendedor. Oferecer um bom atendimento e buscar excelência nos seus serviços devem ser suas principais preocupações. É dessa combinação que se sustentam as boas reputações. Então, procure sempre surpreender seus clientes nutrindo um relacionamento personalizado.
Uma maneira interessante de fazer isso é estabelecendo uma rotina de follow-up para, além de atualizá-los sobre seus processos, estabelecer um fluxo de comunicação contínua e permanecer na memória deles.
Para saber mais sobre como fazer isso e conhecer exemplos reais de advogados que personalizaram o atendimento ao cliente, recomendamos o guia “Como encantar clientes com um software jurídico“, disponível no link abaixo:
http://materiais.aurum.com.br/ebook-atendimento-software-juridico-moderno
Ah! E lembre-se de se manter em constante crescimento para continuar oferecendo um ótimo serviço. Sempre há algo a ser melhorado, estudado e conhecido. 😉

2 – Estabeleça metas e mantenha o foco

Não saber onde você quer chegar pode apresentar um risco real para o desenvolvimento do seu negócio jurídico. Ter metas ajuda você a se manter no foco. Afinal, por mais difícil que seja o caminho, você tem a segurança de que ele levará para o lugar que você deseja. Além disso, definir metas concretas, alcançáveis e mensuráveis torna o direcionamento estratégico muito mais assertivo.
Mas lembre-se: não adianta criar metas e nunca mais olhar para elas. Monitorá-las diariamente faz parte do comportamento do advogado empreendedor. Assim, você consegue saber em qual parte do caminho está e pode tomar decisões de forma rápida, caso haja algum impedimento.

3 – Baseie seu planejamento nas suas metas

Sabe quais objetivos você quer alcançar com o seu negócio? Então, planeje as ações para alcançá-los. Divida as metas em subtarefas para desenvolver no dia a dia. Coloque prazos para cada uma delas e atribua responsabilidade entre seus sócios, colaboradores ou funcionários. Saber delegar é fundamental para um empreendedor! Não deixe de se atualizar sobre o cumprimento das atividades e lembre-se de acompanhar os resultados.

4 – Atente-se para as oportunidades

Crise é sinônimo de oportunidade! Treine seu olhar para encontrar soluções onde a maioria enxerga problemas. Ao se deparar com uma adversidade, procure formas de solucioná-la. Antes de descartar uma ideia, anote-a num papel e estude a viabilidade de colocá-la em prática. O que impede você de tentar? O “não” você já tem e o “sim” pode estar a uma decisão de distância.
Ah, e pense bem antes de desistir no primeiro não! Se você vê potencial na ideia, persista. Busque parcerias, novas perspectivas, encontre o impedimento e solucione-o. Antes de tudo, o advogado empreendedor é um solucionador de problemas. 😉

5 – Confie no seu potencial

Não espere que seus clientes, colegas, sócios e parceiros acreditem no seu potencial. Você está nessa posição por um motivo. Que motivo é esse? Você tem tudo o que é necessário para ter sucesso com seu negócio jurídico. Confie nisso e siga firme com o seu propósito de ser um advogado empreendedor melhor a cada dia.
Essa atitude é capaz de contagiar positivamente o ambiente de trabalho, deixar funcionários motivados e clientes mais seguros. Faça o teste!

Conclusão

Essas foram as 5 dicas especiais que separamos para você. Para que elas tragam resultado para seu negócio jurídico e ajudem a elevar de nível sua carreira como advogado empreendedor, você deve praticá-las sempre. Quer uma dica? Vá incorporando esses comportamentos aos poucos. Selecione um deles por semana e pratique!
Baixe o Guia Como encantar clientes com um software jurídico
Agora é a sua vez! Você gostou do conteúdo? Tem alguma outra dica para compartilhar com a gente e com os leitores do blog? Continue a conversa nos comentários! 😉

Comentar
Recomendar
Vamos continuar a conversa?

 

    Nenhum comentário
    Você está aqui