Uma visão geral sobre o marketing jurídico em tempos de crise

Marketing jurídico

“Estudos provam que sinais de recessão estão cercando o mercado, e estima que o número de falências aumentou mais de 16% do ano passado pra cá.”

O mercado está em confronto direto com a crise brasileira e todos os profissionais estão sentindo as consequências, inclusive os advogados. Em momentos de crise, as empresas tendem a questionar-se em relação aos resultados e a diminuição dos negócios e, consequentemente, ao aumento da margem de pressão dos clientes para apresentar resultados à curto prazo. A redução de custos é, então, uma realidade dentro da maioria dos escritórios, e o orçamento de marketing costuma ser a primeira vítima.

No entanto, acredite: é muito difícil encontrar uma empresa que tenha começado a crescer após reduzir seus orçamentos de marketing jurídico em tempos de crise. O marketing se torna ainda mais importante em tempos de turbulência econômica e, mais do que nunca, as empresas precisam de um posicionamento forte, uma proposta inovadora para impulsionar os negócios, uma estratégia de canal inteligente e uma clara compreensão das etapas de decisão dos clientes.

O marketing é um investimento crucial em tempos de crise

Vários escritórios tendem a “entrar em pânico” quando se deparam com uma crise de tamanha consistência, mas se houver foco, há altas chances de, não apenas passar por esse momento, como aproveitá-lo para se diferenciar da concorrência.

“Um estudo mediu o impacto da redução de 50% do orçamento de comunicação e constatou que, caso os concorrentes não diminuam o seu orçamento também, são necessários cerca de 3 anos para se recuperar à um nível normal de negócios.” (IPA – Institute of Practitioners in Advertising).

Sabemos que os escritórios de advocacia não dependem estritamente do marketing para conquistar novos clientes, utilizando-se também do networking, indicações e outros meios. No entanto, o marketing é uma fonte que pode inserir o seu serviço em canais digitais não antes explorados e potencialmente capazes de atingir as pessoas no momento em que elas precisam do seu serviço, sem desperdícios.

Como seus potenciais clientes irão encontrá-lo se você reduzir seu orçamento de marketing? Essa é a hora em que você mais precisa fazer isso!

Mais do que nunca, a inovação é a chave para o sucesso. A criatividade deve ser estimulada para aumentar a geração de ideias e o escritório precisa de um processo de negócios claro e eficiente. Como normalmente os concorrentes reduzem seu budget de marketing e comunicação em momentos difíceis, se pararmos para pensar, pode ser uma oportunidade interessante para o seu escritório se destacar – basta saber aproveitar!

Por fim, mensure o ROI dos seus esforços de marketing. Quando isso não é feito, o marketing passa a ser visto como um custo, ou pior, um custo flexível que pode ser facilmente reduzido em tempos de crise e depois retomado, o que o torna um alvo fácil. Para não ter essa visão distorcida e conseguir defender o mantimento desses esforços perante seus sócios ou superiores, calcule o ROI das ações de marketing e demonstre o valor desses investimentos.

Ousamos ainda dizer ainda que, se o seu escritório estiver em condições de, não apenas manter, mas potencializar os investimentos em marketing, faça-o!