Santo Ivo fala sobre tecnologia na advocacia

No último sábado, dia 19 de Maio, foi comemorado o dia do advogado em Portugal e o dia de Santo Ivo, padroeiro dos advogados segundo a igreja católica. Em comemoração à data, compartilhamos abaixo uma crônica escrita por Gustavo Rocha (http://www.gestaoadv.com.br/), com a ideia original de Naor Nemmen.

 

Ano passado, com exclusividade, a GestãoAdvBr conseguiu uma entrevista com o Santo Ivo, conhecido como advogados dos pobres. Neste ano de 2012, mais uma vez com exclusividade, a GestãoAdvBr fez uma entrevista com o Santo Ivo, desta vez com a abordagem da tecnologia.

GestãoAdvBr: Agradecemos a oportunidade novamente Santo Ivo de nos brindar com uma entrevista. Mudou muito do ano passado pra cá a advocacia no seu ponto de vista?

Santo Ivo: Eu que agradeço Gustavo e equipe. É uma oportunidade ímpar poder divagar um pouco sobre os meus tutelados (advogados) pelo menos uma vez por ano. Aqui no céu não mudou muito, faz pouco que o Jobs chegou, ainda não deu tempo de lançar muitas novidades (risos). Contudo, a advocacia aí na terra mudou bastante… Antes, era mais comum pedido de aumento de honorários e menor sofrer dos advogados, hoje tem advogado no Brasil me pedindo conselho de Scanner, brigando comigo porque um tal de processo eletrônico não funciona… Não adianta perguntar pro Santo sobre Java!!! Ele mal entende de palavras…

GestãoAdvBr: Como você vê toda esta mudança de tecnologia?

Santo Ivo: Nossa, nem me fala… Antes o máximo de tecnologia que o Santo tinha que conhecer era um computador… (eu sou do tempo do ábaco ) e agora é um tal de processo eletrônico, peticionamento eletrônico, certificação digital, internet pra lá, internet pra cá, 3 G, Java, windows, meu Deus… Acho que nem Ele entende… Contudo, não deixo meus advogados tutelados na mão! Já estou fazendo um cursinho com o Jobs para pegar uns macetes…

GestãoAdvBr: Então, até o Santo está tendo que se atualizar?

Santo Ivo: Mais do que nunca, Gustavo! Se o Santo não souber, quem irá saber? Aliás, conselho que dou aos meus afilhados: Estudem a tecnologia. Tentem ao máximo se aproximar daquilo que é útil para a profissão, pois a profissão do advogado mudou. Antigamente, o Santo até conseguia dar uma ajudinha analogica… Hoje, só com tecnologia!

GestãoAdvBr: E o que mudou? Só Processo Eletrônico?

Santo Ivo: Quem dera. O processo eletrônico é apenas uma faceta da mudança da advocacia. Vamos lembrar que não mudou o processo em si, apenas o meio pelo qual ele deve ser encaminhado. Isto é algo que precisa ser levado em conta, mas igualmente deve se analisar que por ser por meio eletronico, devemos ter mais cuidados que antes. Hoje é conhecimento obrigatório do advogado ter sobre internet, anexar documentos, criar documentos em pdf, tamanho de arquivos, etc. Sem isto, o advogado está quase parando de advogar.

GestãoAdvBr: Como você tem visto esta realidade dos advogados sem tecnologia?

Santo Ivo: Advogados sem tecnologia? Você quer dizer, ex-advogados… Não há mais como voltar atrás… Eu tentei mexer uns pauzinhos e atrasar tudo por aí, mas não consegui por muito tempo… A advocacia mudou. Precisamos nos conscientizar disto e buscar aprender ao máximo como utilizar as novas tecnologias em prol do que a advocacia realmente busca e necessita: Ser um instrumento indispensável da justiça em prol da sociedade.

GestãoAdvBr: Então, a advocacia mudou, mas continua idealista?

Santo Ivo: Meu filho, se você escolheu ser advogado, você é um idealista por natureza. Termina uma faculdade sem poder trabalhar antes de passar na prova da OAB; Passa anos tentando o sucesso profissional com salários que fazem jus ao meu lema de advogado dos pobres; começa a perceber o sucesso quando vê na gestão, no marketing e na tecnologia aliados e não problemas; ora, só com muita ideologia, cabeça feita e paciência…Tirando os problemas, a advocacia continua sendo a busca da justiça e do ideal de paz social, só que agora com outros elementos tecnologicos para auxiliar nesta tarefa.

GestãoAdvBr: Então até o Santo aprova a tecnologia?

Santo Ivo: Claro! A tecnologia é apenas um instrumento, ela não é o objeto da advocacia. Quem gosta apenas de tecnologia que faça ciências da computação! Precisamos é de profissionais engajados na busca de maior efetividade e eficácia a advocacia, utilizando a tecnologia como meio para tal.

GestãoAdvBr: Excelente! Agradecemos a paciência e a entrevista Santo Ivo. Algum recado final aos advogados?

Santo Ivo: Eu que agradeço Gustavo. Mais uma vez, uma oportunidade ótima para conversar com meus afilhados. Meu recado é que eles não se esqueçam que até no céu estamos de olho nas mudanças da advocacia. Fechar os olhos e rezar não adianta, eu mesmo estou tendo aulas com o Steve Jobs. Precisamos sim é de estudo, conscientização e principalmente compreender que a mudança da tecnologia é para agilizar, dar efetividade a justiça e não mudar a advocacia, que é uma profissão maravilhosa que busca a paz social.

Não rezem pedindo dádivas. Aqui, ofertamos conforto e paz para que vocês possam conquistar o seu caminho na Terra.

Fiquem com Deus meus advogados!