Melhores práticas do marketing jurídico

praticas do markting jurídico
O papel do marketing é cuidar da imagem de uma organização diante do mercado e sobre tudo o que diz respeito à percepção do cliente e do público. Quando tratamos de escritórios de advocacia, a grande preocupação é o que diz respeito a negócios, ou seja, o marketing tem a função de alinhar o planejamento estratégico e todos os objetivos que precisam ser alcançados. A busca é por gerar mais leads e assim apoiar o crescimento em linha com a elaboração do projeto.

Porém, quando falamos de marketing jurídico, diversas dúvidas e questões surgem. Como aplicá-lo de forma adequada seguindo as limitações do setor? Como fazer com que a estratégia obtenha sucesso? Por isso, nosso objetivo é esclarecer algumas dessas dúvidas e apresentar soluções para que sua estratégia de marketing jurídico trilhe o caminho correto.

Premissas do marketing para escritórios de advocacia

Antes de investir em uma estratégia e colocar as ações planejas em prática, é necessário preparar o escritório e pensar em premissas de marketing, pois ele precisa estar alinhado aos objetivos e ao plano de negócios do escritório. Além disso é preciso que todos os sócios e colaboradores estejam alinhados a isso. É preciso:

  • Determinar uma área de atuação;
  • Determinar uma especialização para o negócio;
  • Determinar o perfil de cliente ideal.

Através dessas premissas, é possível traçar a determinação de onde a estratégia pretende chegar e ter os objetivos de maneira palpável. O marketing estará pautado pelos objetivos do negócio.

Determinação de objetivos e processos

Existe um processo que realiza um misto de técnicas que são muito usadas por empresas em todo o mundo, que são as técnicas de inbound marketing e CRM. Essas são metologias de marketing e vendas amplamente utilizadas por corporações e que são indicadas para escritórios de advocacia. Através delas é possível traçar um fluxo racional em que se pode estabelecer os objetivos de forma visível e, a partir disso, colocar em prática as ações que irão auxiliar a cumpri-los para depois medir se os resultados estão sendo atingidos em cada etapa do processo. Quais etapas?

  • Atração de público novo;
  • Conversão de público em potencial;
  • Fechamento de negócios potenciais;
  • Fidelização de clientes.

Tríplice do Marketing Jurídico

Em um dos conteúdos promovidos pela equipe da Aurum, o palestrante Ricardo Corrêa, sócio fundador da empresa Siteina citou um conceito que ele chamou de Tríplice do Marketing Jurídico, algo que deveria ser implantado ou já é, de forma intuitiva, pelos escritórios de advocacia. O que seria a tríplice?

  • Estimular as indicações – ao olhar a origem dos clientes, é possível notar que grande parte é proveniente de indicações, por isso é importante encontrar meios que aumentem esse estímulo. Apresente um bom serviço, estabeleça canais de relacionamento e confiança. Deixe claro que indicações são bem vindas
  • Produzir conteúdos de valor – o setor jurídico é caracterizado como muito intelectual, por isso é importante que advogados produzam conteúdos e trabalhem isso para o crescimento do escritório. Palestras, organização de eventos online, estabelecimento de um blog dentro do site e diversas outras opções podem e devem ser exploradas, respeitando sempre as limitações do que pode ou não ser externado.
  • Fortalecer a presença online – a presença online não diz somente respeito ao site, diz respeito à participação dos colaboradores na rede social. É importante que haja preocupação com isso. A tecnologia é aliada do marketing jurídico. Um funcionário designado para cuidar disso ou uma agência que preste esse tipo serviço pode ser algo a ser explorado para que haja um fortalecimento nesse quesito. Potenciais clientes sempre realizam uma primeira avaliação online.

Importância das ferramentas de gestão

Uma vez que existe um plano de negócio, ele passa pela gestão e ela precisa ser sustentada por metologias que ajudem a empresa a permanecer nos trilhos. Todos os registros precisam estar organizados, processos, contatos e os colaboradores precisam estar de acordo com a padronização. Isso não diz respeito só ao sistema, mas a postura diante das novas tecnologias. Ou existe um sistema de gestão, já que o objetivo é sempre crescer, ou o escritório se encontra praticamente na informalidade. Quais passos são essenciais?

  • Automação de Processos;
  • Colaboração entre equipes;
  • Mobilidade da Informação;
  • Gestão e informação Estratégica.

Trazer o marketing para o ambiente jurídico e de escritórios de advocacia é importante, apesar de todas as limitações impostas. É preciso pensar sempre na necessidade de uma gestão profissional para que a estratégia não seja um custo, mas sim um investimento que alcance o objetivo traçado e desejado.

Quer saber mais sobre como o marketing jurídico pode ser importante paro o seu escritório de advocacia?

Temos um conteúdo completo preparado especialmente para você!

Clique e assista