Home office na advocacia

Home office

O home office, modelo de trabalho no qual o profissional atua em casa, é uma forte tendência, e já é uma prática cada vez mais adotada por empresas de diferentes portes e segmentos, inclusive escritórios de advocacia.

Ao contrário do que muitos pensam, não são apenas advogados autônomos que podem aderir a este modelo – os escritórios maiores também podem, sempre atentando-se aos prós e contras. O que se observa, é que o home office é uma possibilidade que aos poucos se adentra no mundo do direito, mas que, devido às especificidades da profissão, deve ser implementada com cautela.

“A prática é adotada pelo TST há dois anos; funcionários trabalham em casa e comparecem à Corte para reuniões. O presidente do TJ/SP também quer implantar o home office no tribunal.”

Em grande parte dos escritórios de advocacia, o home office não é institucionalizado, porém, existe flexibilidade para que o advogado divida suas tarefas, em casa e no escritório. Esta flexibilidade é muito importante, porém, tão importante quanto, é deixar claro que em casos mais complexos, onde está envolvido mais de um advogado, é interessante que sejam discutidos em conjunto – o que também não necessariamente significa “pessoalmente”, uma vez que existem tantos recursos para conferências online, conforme falamos em um dos últimos artigos.

Pontos fortes do home office na advocacia

O ganho de tempo e a economia com locomoção, são pontos chave quando o assunto é home office. O tempo que se perde no trânsito ou apenas se deslocando do escritório para casa, e vice versa, poderia estar sendo melhor utilizado, para resolver problemas ou adiantar tarefas. Além disso, os custos com transporte, seja com gasolina, ônibus ou metrô – que convenhamos, ocupam grande parte do orçamento – são drasticamente reduzidos.

O home office, também permite ao advogado dividir melhor o seu tempo entre a vida profissional e pessoal. Ele pode almoçar com sua família, tomar um café mais demorado, ficar com seus filhos, ou mesmo tomar uma ducha revitalizante, também pode fazer pausas entre uma tarefa e outra, adaptando sua rotina – o que ajuda muito em seu rendimento.

Pontos fracos do home office na advocacia

A principal desvantagem do home office, fica por conta do relacionamento pessoal. Apesar da facilidade em termos de ferramentas de comunicação e colaboração, o trabalho de um advogado pode estar ligado ao seu relacionamento com equipes, o que é “perdido” no home office – uma dica, é marcar reuniões periódicas com os colegas, clientes etc, para que não se perca a sensação de proximidade.

Apesar de a tecnologia estar cada vez mais presente nos escritórios de advocacia e muitos trabalharem com documentos digitalizados, algumas informações ainda permanecem apenas no âmbito físico. Isto significa que o advogado pode precisar de um documento “de última hora” e não tê-lo em mãos.

Ainda assim, mesmo com tudo “nas nuvens“, nos deparamos com a questão da segurança da informação. Ao passo que o advogado pode acessar seus documentos e processos de qualquer lugar, é necessário que o escritório possua uma solução que permita configurar as permissões de acesso, definindo quais documentos e pastas podem ser acessados e por quem, para que as informações internas e de clientes, não fiquem vulneráveis a deleções, edições e vazamentos.

Pré requisitos para fazer home office

O principal requisito para se fazer home office é ter foco. Ao mesmo tempo que estar em casa pode ser uma forma de se sentir motivado, também é um caminho fácil para procrastinação, o que por sua vez, impacta diretamente na produtividade – fazer logout do Facebook é um bom começo para manter-se focado no trabalho, não ligar a televisão e ainda não se distrair com os familiares que podem querer “roubar” a atenção.

O segundo passo, é fazer uso de um software jurídico como o Themis. Softwares jurídicos têm como principais funções ajudar no trabalho em equipe, facilitar o acesso às informações, e garantir a segurança das mesmas sempre respeitando as particularidades das rotinas jurídicas, sem que a distância seja um empecilho.

Artigos relacionados a esse tema

Separamos outros artigos do nosso blog que você também pode se interessar:

Deixe o seu comentário