Departamentos jurídicos: otimize a produtividade mantendo o ROI positivo

Departamentos jurídicos: otimize a produtividade mantendo o ROI positivo

Departamentos jurídicos têm como premissa básica para executar uma rotina produtiva, a gestão operacional e estratégica focada em indicadores de prevenção, provisão e produtividade da empresa como um todo. São diversos os segmentos de empresas que contam com departamentos jurídicos para garantir a conformidade com leis e regras de seu mercado, por isso, é preciso utilizar um software pensado para atender as especificidades do negócio e evitar uma gestão genérica.

Paralelo à isso, o aumento da concorrência entre as empresas e a crescente pressão nos departamentos jurídicos por conformidade, principalmente em tempos de crise, demanda a operações mais rápidas e produtivas que podem ser conseguidas com métodos simples como a digitalização dos documentos. Softwares criados para atender departamentos jurídicos, como é o caso do Themis, têm como objetivo principal elevar a capacidade do departamento e alinhá-lo às estratégias de negócio da organização, centralizando todas as informações necessárias para a tomada de decisão sem depender de serviços de terceiros.

Hoje, vamos ressaltar de que maneira um dos softwares mais queridos do mercado jurídico otimiza a produtividade, acompanhe:

Todas as informações em um painel intuitivo

Quando não estão no meio digital, facilmente as informações se misturam, degradam e até se perdem, o que pode acarretar prejuízos em todos os sentidos, de produtivos à financeiros.

Quando utiliza-se um software para departamentos jurídicos, como o Themis, as informações não só permanecem em ambiente digital, como ficam centralizadas em um painel intuitivo e acessíveis por apenas um clique, o que viabiliza uma gestão voltada para resultados.

Comunicação com todos os departamentos da empresa

Muitas informações operadas pelo departamento jurídico dizem respeito à outras áreas da empresa, como financeiro, compras, RH, e vice-versa. Sem uma tecnologia que realize uma gestão próxima, o desencontro dassas informações acaba sendo muito comum.

Já quando utiliza-se um software como o Themis, otimiza-se a comunicação com as demais áreas, através de recursos de integração com o e-mail, configurações de alerta e métodos de organização de recebimento de demandas, que mantém uma comunicação ágil e organizada entre toda a empresa.

Obtenha uma visão macro sobre o fluxo de trabalho

Quando não existe um software por trás da gestão do departamento jurídico, torna-se difícil saber o status das tarefas planejadas e prever o cumprimento dos prazos estabelecidos. Quando a tecnologia é implantada, passa-se a monitorar e gerenciar precisamente o andamento das atividades, bem como obtém-se uma visão macro dos níveis de produtividade, tanto dos colaboradores quanto dos processos, para estimar prazos, prever orçamentos e reduzir os riscos de atraso.

Indicadores

Conforme ja falamos em nosso blog (leia o artigo “Como criar KPIs e mensurar resultados”), indicadores são métricas importantes para avaliar o desempenho das atividades, colaboradores, processos e metodologias. É possível mensurá-las sem o uso de tecnologias, mas de maneira pouco eficiente e assertiva.

A o utilizar um software para departamentos jurídicos como o Themis, obtém-se agilidade na análise de métricas para uma tomada de decisão estratégica, através de uma visibilidade granular com relatórios personalizados para cada tipo de necessidade.

Sem limites para fazer negócio

Quando a rotina do departamento jurídico acontece manualmente, isto é, sem a utilização de tecnologias para automatizar os processos, nem sempre tem-se as informações em mãos quando necessário, o que pode atrasar a resolução de alguma situação urgente.

Com um software como o Themis, é possível acessar de forma dinâmica todas as informações de cada processo, de onde o advogado estiver, através de seu smartphone ou notebook e um acesso à internet.

Poderíamos ficar horas falando sobre o valor que um software jurídico como o Themis agrega na rotina de um departamento jurídico, mas achamos melhor que você mesmo agende uma demonstração e entenda como ele funciona na prática. Compartilhe conosco seus comentários!