5 Características que não podem faltar em um site de escritório de advocacia

Site de escritório de advocacia

Os tempos estão mudando e um assunto que até poucos anos atrás era pouco abordado na advocacia está cada vez mais em evidência: o marketing. Existem várias iniciativas de marketing jurídico, como já foi citado no blog, que um escritório de advocacia pode adotar – entre elas, o site do escritório é essencial.

Fazendo uma análise superficial, um advogado pode concluir que o site do escritório não é vital para o negócio, uma vez que ele não será um canal para trazer novos clientes, afinal, não é assim que a advocacia funciona. Outra análise, igualmente precipitada, seria dizer que um mero “cartão de visitas online” já seria suficiente para que um ou outro cliente veja que existe um “nomedoescritorio.com.br”.

Contudo, a internet se tornou o principal canal de comunicação entre negócios, e o mundo jurídico não está fora dessas estatísticas. É certo que um escritório não terá uma loja online onde os serviços estarão ofertados, porém isso não significa que não deva ter uma presença profissional neste importante meio de comunicação.

É importante considerar que, em um primeiro contato com um potencial novo cliente, a impressão causada pelo site do escritório de advocacia pode ser a que ficará marcada, afinal, hoje ninguém faz negócio com uma empresa sem antes consultar o seu site.

Uma vez que entendemos a necessidade do site para um escritório de advocacia, elencamos a seguir 5 características para orientar os que desejam estar up-to-date na internet:

1. Institucional

Invariavelmente, o site do escritório será institucional. Como ilustramos acima, o advogado não venderá serviços online, tampouco poderá divulgar preços ou fazer promoções agressivas em seu site. Um site institucional, normalmente, fala sobre a corporação, as pessoas que a compõem, o foco (áreas de atuação), possui formas de contato disponíveis, bem como trata assuntos pertinentes ao seu mercado de atuação e clientes.

2. Aparência condizente

A advocacia, como outro serviço, é pouco substancial, diferente de um produto que conta com imagens para ser vendido. Normalmente, os sites de advocacias são sérios e sóbrios, porém é possível ousar diante dos recursos disponíveis hoje para criar um site. Um bom exemplo de criação é utilizar fotos em tamanho grande, que peguem toda a tela, e explorar efeitos de transição entre as telas. Uma dica adicional é: evite usar imagens chavão, como fotos de balança jurídica, martelo e afins.

3. Humanizado

Um dos principais recursos de um escritório – se não o principal – são suas pessoas. Por isso, nada mais pertinente do que promover devidamente essas pessoas no site, explorando recursos como fotos, formação acadêmica, experiências profissionais, especializações e afins. O fato de ter pessoas aparecendo no site causa mais conforto para quem o visita, afinal, pessoas não gostam de fazer negócios com máquinas.

4. Embasado

Espera-se que um escritório de advocacia tenha propriedade nos assuntos dos quais ele lida, e nada mais adequado do que o site refletir esse conhecimento. É muito pertinente que o escritório fale sobre sua forma de trabalhar, bem como as áreas de atuação do direito, para passar o devido entendimento para quem visita esse site. Outra dica, principalmente para escritórios que atendem empresas estrangeiras e/ou multinacionais, é ter o site traduzido para outras línguas.

5. Dinâmico

O fato de o site ser institucional e sério não significa que ele deva ser estático. Sugerimos que todo site tenha uma área onde é possível compartilhar artigos e notícias, sejam elas de própria autoria – o que é sempre muito mais interessante – ou mesmo conteúdos extraídos de outras fontes, desde que sejam pertinentes para quem visita este site. O fato de o conteúdo ser sempre atualizado demonstra que o escritório está ativo e motiva o visitante a voltar outras vezes.

Após o levantamento dessas características, nós sugerimos que os escritórios de advocacia façam uma análise crítica sobre seus sites atuais e, caso não correspondam à essas observações, que incluam nos planos para 2014 atualizar ou até refazer o site do escritório.

Clientes do Themis podem ainda agregar uma área ao site que se integre ao sistema. Dessa forma, os clientes do escritório podem visualizar, através de login e senha, o andamento de seus processos. Fale com um consultor para esclarecer sobre essa funcionalidade.

Artigos relacionados a esse tema

Separamos outros artigos do nosso blog que você também pode se interessar:

Deixe o seu comentário